Em última carta para acionistas, Jeff Bezos diz que Amazon precisa tratar melhor seus funcionários

Em última carta para acionistas, Jeff Bezos diz que Amazon precisa tratar melhor seus funcionários
Fundador da empresa vai deixar cargo de presidente-executivo até o 3º trimestre de 2021. Recentemente, trabalhadores de armazéns fizeram movimento de sindicalização, mas sem sucesso. Jeff Bezos, CEO da Amazon, em imagem de 13 de setembro de 2019

Joshua Roberts/Reuters

O presidente-executivo e fundador da Amazon, Jeff Bezos, publicou nesta quinta-feira (15) a última carta direcionada a acionistas antes de passar a liderança da empresa para Andy Jassy, responsável pela Amazon Web Services (AWS), braço de serviços de armazenamento e processamento de dados da empresa.

No texto, ele afirmou que a companhia "precisa fazer um trabalho melhor para os funcionários".

O executivo mencionou a tentativa de trabalhadores de armazéns de criar um sindicato no estado de Alabama, que fracassou.

Saiba mais: Jeff Bezos deixará cargo de CEO da Amazon

Os funcionários da companhia afirmam o ambiente de trabalho gera muita pressão e que são constantemente vigiados para cumprir metas de produtividade excessivas.

Líderes do movimento sindical disseram que os trabalhadores foram bombardeados com mensagens anti-sindicais.

"Embora os resultados da votação tenham sido desequilibrados e nossa relação direta com os funcionários seja forte, é claro para mim que precisamos de uma visão melhor de como criar valor para os funcionários – uma visão para seu sucesso", disse Bezos.

A Amazon ficou famosa por ser "obcecada pelo consumidor". O executivo afirmou que quer que a empresa faça o mesmo pelos funcionários.

Ele negou que a companhia tenha criado um ambiente negativo em seus armazéns.

"Nossos funcionários são às vezes acusados de serem almas desesperadas e tratados como robôs. Isso não é correto", disse ele.

Bezos não será mais o CEO da companhia até o 3º trimestre de 2021, porém não irá deixá-la. Ele ocupará o cargo de presidente-executivo do conselho.

WEBSTORIES:

A história de Bezos, o fundador da Amazon

Conheça Andy Jassy, o novo CEO da empresa

Em seu novo papel, Bezos afirmou que planeja focar em como tornar os armazéns mais seguros, apontando que cerca de 40% dos acidentes de trabalho são causadas pela repetição dos mesmos movimentos.

10 curiosidades sobre Jeff Bezos em vídeo feito em 2020, quando sua fortuna alcançou US$ 200 milhões

Conheça a história de Jeff Bezos, fundador da Amazon, em 15 fatos.

Elcio Horiuchi/Arte G1