Trump sobre TikTok e Oracle: 'Ouvi dizer que eles estão muito perto de um acordo'

Trump sobre TikTok e Oracle: 'Ouvi dizer que eles estão muito perto de um acordo'
Falando a repórteres na Casa Branca, Trump disse que examinaria os termos propostos. TikTok e Oracle fecharam uma "parceria tecnológica" para que o popular aplicativo continue nos EUA. Imagem ilustrativa com a bandeira dos EUA e logotipo do TikTok

Dado Ruvic/Illustration/Reuters

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disse na ter√ßa-feira (15) que ouviu que a Oracle Corp estava muito perto de um acordo com o popular aplicativo de vídeo TikTok da empresa chinesa ByteDance.

Falando a repórteres na Casa Branca, Trump disse que examinaria o acordo proposto, informou a agência Reuters.

Oracle fecha 'parceria' com TikTok nos EUA, em vez de compra do app

"Ouvi dizer que eles est√£o muito perto de um acordo", disse Trump, acrescentando que era f√£ do presidente da Oracle, Larry Ellison.

Na segunda (14), Oracle confirmou que faz parte de uma proposta submetida pela chinesa ByteDance, desenvolvedora do aplicativo, ao Tesouro dos Estados Unidos. O órg√£o precisa aprovar o acordo.

TikTok e Oracle fecharam uma "parceria tecnológica" para que o popular aplicativo de vídeos, com cerca 800 milh√Ķes de usu√°rios ativos ao redor do mundo, continue de pé nos Estados Unidos.

A Oracle é uma empresa voltada ao mercado corporativo, oferecendo solu√ß√Ķes de plataformas na nuvem. O gerenciamento de bancos de dados é uma das especialidades da companhia.

TikTok: o aplicativo chinês que conquistou milh√Ķes de usu√°rios

Tens√Ķes EUA x China

As empresas costuraram um acordo, em vez de uma venda direta, que era esperada desde que o presidente dos EUA, Donald Trump, amea√ßou proibir o servi√ßo se ele n√£o fosse vendido até meados de setembro.

Autoridades norte-americanas expressaram preocupa√ß√£o de que as informa√ß√Ķes sobre os usu√°rios da plataforma pudessem ser repassadas à China, e Trump passou a pressionar pela venda do aplicativo.

O aplicativo disse que n√£o atenderia a nenhum pedido de compartilhamento de dados de usu√°rios com as autoridades chinesas.

Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, em imagem de segunda-feira (14)

Brendan Smialowski / AFP

Veja vídeos sobre SEGURAN√áA DIGITAL no G1