Como num passe de mágica, a Câmara  Municipal de Porto Ferreira foi da aprovação da Emenda na Lei Orgânica à aprovação do Projeto de Lei que cria o Diário Oficial Eletrônico numa tramitação que não durou um mês, dando provas inequívocas de que o procedimento da política ferreirense nada se difere da política nacional enraizada na capital Brasília. 

0
0
0
s2sdefault