Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado na terça-feira (5), o governador Márcio França (PSB) autorizou um pacote de ações ligadas ao setor, como a criação de Unidades de Conservação e a aquisição de equipamentos para a Polícia Militar Ambiental. Durante evento, no Parque Villa-Lobos, na capital paulista, também foi anunciada a criação do Conselho Estadual de Educação Ambiental.

“Hoje é um dia para ser comemorado, com avanços importantes. O Estado é o que mais resguarda o meio ambiente no Brasil, com boa parte do território sob proteção”, destaca Márcio França. “Além disso, São Paulo já usa uma grande parte da energia renovável na frota e serve de exemplo na geração de recursos naturais”, acrescenta.
Entre as medidas e benefícios anunciados, as Unidades de Conservação, sob responsabilidade da Fundação Florestal, e os parques urbanos, administrados pela Coordenadoria de Parques Urbanos, também terão reforço na segurança, por meio da autorização da Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho Policial Militar (Dejem Ambiental). No total, 22 UCs e 12 parques urbanos serão beneficiados. Entre eles, o Parque Estadual de Porto Ferreira. Os valores chegam a R$ 4 milhões até dezembro de 2018.
Conselho
Márcio França assinou o decreto que cria o Conselho Estadual de Educação Ambiental e institui a Comissão Interinstitucional de Educação Ambiental. O grupo, formado pelas secretarias de Meio Ambiente e de Educação, será responsável pela implementação da Política e do Programa de Educação Ambiental. A iniciativa tem o objetivo de fortalecer as ações de educação ambiental e representará um canal com a sociedade.
Equipamentos
O governador também deu aval para a aquisição de 113 viaturas e aparelhos para a Polícia Militar Ambiental, com recursos de R$ 23 milhões, quantia obtida a partir de multas pagas na Dívida Ativa.
Ao todo, são R$ 10 milhões, do Ministério Público Federal, de indenização por dano ambiental, para a compra de barcos de pequeno, médio e grande porte, além de veículos de apoio e patrulha (caminhões para embarcações de médio e grande porte), material permanente de informática e sistemas de drones. A intenção é de fortalecer as atividades do Policiamento Ostensivo Ambiental no litoral paulista, onde estão situados as APAS Marinhas e o Parque Estadual Serra do Mar.
“Assinamos um pacote de proteção e entregamos um projeto de educação ambiental para colocarmos o Estado de São Paulo na vanguarda na área. Também repassamos recursos para a Polícia Militar Ambiental, de modo que a corporação amplie a proteção das nossas matas”, enfatiza o secretário de Estado do Meio Ambiente, Maurício Brusadin.

0
0
0
s2sdefault