Nem pão e nem circo 1
Nem uma caminhada, nem uma volta ciclística, nem uma zumba e nem um ninguém tocando na praça da rodoviária, e muito menos nossos artistas e cantores da cidade para dar um pouco de animação para os nossos trabalhadores. Nadinha de nada.

Nem pão e nem circo 2
Esse tipo de comemoração não deveria partir somente da administração pública, mas sim também em conjunto com os nossos sindicatos, forças sindicais e por que não com as empresas grandes de nossa cidade? Mas... só venham a nós, como dizem por aí.

Nem pão e nem circo 3
Foi assim, sem comemoração e sem empregos que os trabalhadores passaram o Dia do Trabalhador em Porto Ferreira. Será que essa tal economicidade não vai fazer com que os eleitores também economizem votos para o futuro?

Nem pão, nem circo e nem empregos
Assim como o Brasil, Porto Ferreira não é diferente. Essa crise fez com que nossa cidade, que no passado se orgulhava de ter uma abundância de empregos gerados pelas cerâmicas e fabricas de móveis, trazendo mão de obra até de outras cidades e Estados, que se vê hoje forçadamente é a mudança no perfil dos trabalhadores. Uma grande massa tentando ser autônomos (costureiras, cabeleiras, barbeiros, manicures, doceiros, quituteiros, lancheiros), que usam somente sua mão de obra. Muito desemprego é o que faz com que aumentem os roubos, assistencialismos e a falta de autoestima de nossa população. Infelizmente, essa é cara do Brasil.

Campanhas eleitorais
Não tem um candidato a candidato ou já eleito que nessa época não pode ver uma oportunidade para aparecer. Verbas de deputados para os municípios, e que nada mais é que seu trabalho e obrigação, se torna moeda de troca para votos. Isso, claro, é de longe campanha antecipada para deputados e vereadores, bem de longe.

Administração 1
Parece que alguns políticos não têm a dimensão do que é administrar. Afinal, alguns se tornam administradores do bem público, dos funcionários públicos, de investimentos, administram verbas e o controle das compras. Porém, está público e notório que falta essa experiência para muitos políticos. Política é política e administração é administração, ou não?
Administração 2
O maior exemplo disso é a Operação Lava-Jato, provando a incapacidade de se administrar o dinheiro público.

Afinal: Quem Somos?

Jornal 1
É um meio de comunicação impresso, geralmente um produto derivado do conjunto de atividades denominado jornalismo. As características principais de um jornal são: o uso de "papel de imprensa" - mais barato e de menor qualidade que os utilizados por outros materiais impressos; a linguagem própria - dentro daquilo que se entende por linguagem jornalística; e é um meio de comunicação de massas - um bem cultural que é consumido pelas massas. Os jornais têm, pois publicam notícias e opiniões que abrangem os mais diversos interesses sociais. No entanto, há também jornais com conteúdo especializado em economia, negócios ou desporto, entre outros. A periodicidade mais comum dos jornais é a diária, mas existem também aqueles com periodicidade semanal, quinzenal e mensal. O jornal foi o primeiro - e, por muito tempo, o principal - espaço de atividade profissional do jornalismo.

Jornal 2
A crise econômica de 2008, combinada com o rápido crescimento de alternativas na internet, causou um grande declínio na publicidade e circulação dos jornais, com vários deles fechando ou reduzindo suas operações mundialmente [1], uma exceção é o Brasil, no qual a tiragem dos jornais impressos cresceu 4,2% em 2010.[2]
Os jornais contemporâneos normalmente são impressos em um tipo específico de papel espesso e áspero - o papel-jornal ou "papel de imprensa", (newsprint em inglês), um papel reciclado, obtido de pedaços de madeira não aproveitados na fabricação de móveis e fibras recicladas[3], cortado em folhas de tamanhos padronizados. (fonte: https://pt.wikipedia.org/wiki/Quarto_poder).

Copiar e colar
Dediquei esses comentários, claro que copiado e colado, como se diz por aí, e praticam muito ou só praticam essa maneira por aqui, para dar ciência às pessoas com crédito de onde foi extraído e dando a credibilidade ao assunto.

Fakes
Esses fakes não me dão mais paz. Um deles essa semana me perguntou sobre o caso da funcionária da Câmara Municipal que recebe gratificação para prestar serviço que consta já no edital de admissão. Nem respondi, porque senão algumas pessoas vão achar que estou pegando no pé dos nossos vereadores, porque agora qualquer coisinha eles ficam num chororô. Igual criancinha mimada quando mexe no docinho deles. Daí chama uns amiguinho para brigar por eles e outra, afinal, quem deveriam se posicionar parece que não querer nem saber! Então... deixa a farra correr solta.

Só lá
Mas preciso comentar mais uma coisa antes de encerrar. Outro dia, na TV Clube Band, passou uma matéria sobre os “super salários” da Câmara de Ribeirão Preto. Num ponto da matéria eles falaram que 28 servidores ganhavam salários maiores que dos vereadores. Ainda bem que isso é só por lá.

Essa é de um leitor
O Brasil precisa urgente é revisar a Constituição Federal, que está completando 30 anos e não retrata o momento do Brasil atual. (AB).
Concordo plenamente. com nosso leitor.

0
0
0
s2sdefault