A Prefeitura de Porto Ferreira deu início ao serviço de esterilização cirúrgica (castração) em unidade móvel para o controle populacional de fêmeas de cães e gatos. A primeira parada do veículo chamado de “castramóvel” foi no último sábado (06/10), na Vila Maria. Mais de uma centena de cirurgias foram realizadas.
A previsão é de realizar 500 esterilizações cirúrgicas em animais cujos proprietários têm dificuldades de levá-los até o Centro de Zoonoses Olávio Rodrigues Ribaldo, que fica no Jardim Jandyra.

A triagem dos animais foi feita por meio das fichas de cadastro do Centro de Zoonoses e devem estar de acordo com a lei federal 13.426/2017, que dispõe sobre a política de controle da natalidade de cães e gatos.
A regulamentação da castração de cães e gatos pelo Centro de Zoonoses foi estabelecida num decreto editado pelo prefeito Rômulo Rippa este ano. O documento estabelece uma série de regras para que o município cumpra com o compromisso de realizar o controle populacional ético das espécies canino e felino, para atender à saúde e ao bem-estar dos animais.
“Com o elevado número populacional de cães e gatos, há a necessidade de se estabelecer critérios de triagem dos animais a serem castrados no Centro de Zoonoses, ou em campanhas e mutirões de esterilização. O decreto regulamenta essas ações, sempre pensando em proporcionar o melhor serviço e atender a todos da melhor forma possível”, explicou o prefeito Rômulo Rippa na ocasião em que editou o decreto.
O cronograma estabelecido para receber o veículo preparado para realizar as cirurgias terá ainda os seguintes locais e datas:
• 10 de novembro – USF do Jardim Porto Bello.
• 11 de novembro – USF do Jardim Anésia.
• 15 de dezembro – UBS do Jardim Porto Novo.
Fonte: Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos - Prefeitura de Porto Ferreira

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV