O prefeito Rômulo Rippa entregou na manhã de segunda-feira (07/05) as obras de revitalização do Centro de Atendimento ao Turista José Vaz Vaz, no Jardim Santa Marta.

A cerimônia também contou com a presença de diversas autoridades e convidados. Além do vice-prefeito Dr. Saldanha Leivas Cougo e da secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo Maria Lucia Baltieri, e membros da equipe de governo, participaram da cerimônia os deputados federais Nelson Marquezelli (PTB) e Lobbe Neto (PSDB), o deputado estadual Marco Vinholi (PSDB), os vereadores Gustavo Braga Coluci (PTB) e Ismael Miguel da Silva (DEM), a gerente regional do Senac Josiane Serrano, o gerente regional do Sebrae Elton Yokomizo, o presidente do Comitê da Cerâmica Artística e da Decoração, Hans Otto Kurt Beran, o presidente do Sindicer, Ivan Burian, o presidente da Associação Comercial e Empresarial de Porto Ferreira, Leandro Gentina, e familiares do homenageado José Vaz Vaz.
Por intermédio de uma parceria entre o poder público municipal e o empresariado local, o Centro de Atendimento ao Turista recebeu melhorias estruturais, de pintura e jardinagem. Novos móveis e equipamentos proporcionam agora mais conforto e hospitalidade aos visitantes.
“Agradeço a todos os agentes os envolvidos neste processo de revitalização. Recebendo bem nossos turistas estamos potencializando nossos negócios, gerando mais emprego e renda. Apostamos em nossa vocação, como Capital Nacional da Cerâmica Artística e da Decoração, para alavancar o turismo de negócios e o desenvolvimento de Porto Ferreira”, disse o prefeito Rômulo Rippa.
Na ocasião, ele também entrevou ao empresário Hans Beran o decreto assinado no final de abril que instituiu o Circuito da Cerâmica Artística e da Decoração no município.
José Vaz Vaz
Oriundo da Galícia, uma das 17 comunidades autônomas da Espanha, José Vaz Vaz veio para o Brasil no ano de 1962, motivado pelo seu espírito altamente empreendedor, pois, além de exímio alfaiate, sempre levou consigo o talento da gestão de negócios e de pessoas.
Nasceu no dia 15 de abril de 1928 e faleceu em São Paulo, capital, no dia 14 de novembro de 1974.
Casado com Isabel Elisa Gomez Rodriguez, com quem teve os filhos Juan Antônio Vaz Gomez (engenheiro) e José Manuel Vaz Gomez (empresário), que lhe deram quatro netos.
Vindo de uma pequena cidade espanhola, a sua migração bem demonstra o seu empreendedorismo. Pois, na Europa, já se encontrava estabilizado, mas buscava ampliar os horizontes para dar melhores condições ainda aos filhos e à sua família, ofertando-lhes crescimento social, cultural e profissional.
Escolheu o Brasil, porque aqui possuía irmão e também cunhados e cunhadas.
Sempre vale destacar a forte presença e a influência da sua esposa em sua vida, a qual sempre o acompanhou e o incentivou.
Inicialmente, a família foi para a cidade de Santos (SP), onde permaneceu durante dois anos e meio. Foi quando, então, no início de 1965, eles vieram para Porto Ferreira.
José Vaz Vaz assumiu o cargo de administrador da Fazenda Rosana. Aqui, em terras ferreirenses, José Vaz Vaz virou o Pepe da Fazenda Rosana. Em atividades comerciais foi que ele deixou sua saudosa marca.
Com a sua famosa ximbiquinha, visitava o comércio local em atividades de compra e venda de insumos e produtos da fazenda. E foi assim, com o esforço do seu trabalho, que passou a fazer parte da história de Porto Ferreira.
Depois, Pepe foi trabalhar na capital paulista, onde faleceu, aos 46 anos de idade.
Mas a sua família criou raízes em Porto Ferreira e aqui permaneceu. Até os dias de hoje contribui com seu convívio social, bem como com geração de desenvolvimento socioeconômico, empregos e renda.
Como legado, além de ser pioneiro no empreendedorismo, que nos dias de hoje encontra a pujança do turismo de negócios, em Porto Ferreira José Vaz Vaz deixou como exemplo uma vida de dignidade, focada na valorização da família, no pleno exercício do trabalho e na preservação dos valores morais.
Fonte: Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos - Prefeitura de Porto Ferreira

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV