Vereador sugere suspensão das obras do financiamento devido ao coronavírus

Sérgio de Oliveira fez requerimento na última sessão pedindo a suspensão das obras

Por Redação Jornal do Porto em 03/04/2020 às 11:40:03

Na 10ª Sessão Ordinária, realizada na segunda-feira (30/03), o vereador Sérgio de Oliveira (DEM) apresentou o Requerimento nº 97/2020 solicitando que sejam suspensas todas as licitações em andamento referentes às obras previstas no contrato de empréstimo de R$ 26 milhões efetuado junto à Caixa Econômica Federal (FINASA).

O primeiro vereador a falar sobre o requerimento foi Alessandro Bertazi (PSDB). "É bom a gente esclarecer para a população que, dos R$ 26 milhões que estavam disponíveis para a realização dessas obras, nós já temos parte disso gasto", afirmou o vereador elencando algumas das obras já finalizadas ou em andamento.

Sobre o restante do valor, o parlamentar disse que boa parte será utilizada para as obras da ponte sobre o rio Santa Rosa. "Eu entendo a preocupação do colega vereador em relação às dívidas que nós vamos ter porque esse pagamento só vai começar a ser feito a partir de 2021 e eu estive, na semana passada, cobrando o prefeito Rômulo Rippa sobre a possibilidade de destinar parte desse valor que a Prefeitura tem no caixa para ser utilizado com a saúde."

No entanto, Alessandro Bertazi destacou a importância da obra da ponte. "Eu estou, desde o ano de 2014, trabalhando para a construção da ponte. Eu não preciso falar para vocês a luta que foi, cada um de vocês acompanhou. Já são quase seis anos que nós estamos empenhados em tirar esse projeto do papel e eu entendo que a obra da ponte vai ser importante para o desenvolvimento urbano e imobiliário da cidade", salientou.

Segundo o vereador, as obras resultantes do financiamento estão gerando empregos no município. "E várias pessoas que eu conheço vão fazer investimento por conta da expansão urbana e imobiliária da cidade. Seria uma falta de coerência minha votar a favor do requerimento do vereador Sérgio tendo em vista que eu estou há seis, sete anos defendendo principalmente o projeto da ponte", esclareceu sobre o seu voto contrário.

"Entendo também que nós temos outras possibilidades de economia como, por exemplo, dispensa de alguns cargos de confiança, cancelamento de algumas festas que seriam realizadas e, inclusive, os senhores vereadores e as autoridades constituídas na cidade fazer devolução de parte do salário", sugeriu Alessandro Bertazi.

Outro ponto que o parlamentar destacou foi sua confiança no prefeito. "Sei que para superar um problema desse a pessoa tem que estar preparada e o prefeito vem mostrando, ao longo desses três anos de governo, que tem competência para poder administrar e para poder superar este problema", concluiu.

Após a fala do vereador Alessandro Bertazi, Sérgio de Oliveira (DEM) utilizou da tribuna para justificar o seu requerimento. "Eu ia deixar para falar sobre o requerimento na palavra livre final, mas já que o vereador Dentinho veio aqui falar, eu gostaria de dizer que em nenhum momento eu pedi para cancelar nenhuma obra, projeto nenhum de ponte, até porque eu também sei que é importante."

Sérgio de Oliveira contou que o prefeito já havia falado sobre o requerimento na rádio na sexta-feira anterior. "O requerimento está sendo oficiado aqui hoje na Câmara Municipal, eu não passei informação para ninguém, o vídeo que eu fiz foi dizendo que eu estou preocupado com a situação econômica do nosso país e com a situação da saúde em nosso país", detalhou.

O vereador disse ainda que, em seu vídeo, pediu para que fosse dado um tempo nas obras para estudar como o cenário ficará. "Nós sabemos que o projeto já está aprovado, mas eu acho que é muito importante nós darmos prioridade para vidas humanas. Nesse momento, não adianta ficar correndo com obras para inaugurar antes de eleição", continuou.

"Em nenhum momento eu pedi para paralisar nenhuma obra, até porque eu não sou uma pessoa idiota, vamos dizer assim, para deixar obra parada no meio do caminho. Seria inconsequente e irresponsável se eu pedisse para paralisar obras que já iniciaram", resumiu Sérgio de Oliveira.

O que o vereador pede, em seu requerimento, é para esperar essa crise passar. "E depois retomar as obras, o dinheiro está lá. Eu pedi para paralisar nesse momento e depois que seja dado continuidade", encerrou Sérgio de Oliveira.

O presidente da Câmara, vereador Gustavo Braga Coluci (PTB), também comentou o requerimento. "Eu acho que tem toda a preocupação desse momento e toda ideia, sugestão é bem-vinda. Não é momento de palanque político. Se for lá ao Jardim Anésia e falar que vai cancelar o asfaltamento, com problema que tem, agora no inverno o pó que fica, a quantidade de crianças que ficarão doente nesta época, nós temos que desafogar nossa saúde", explicou sobre a necessidade das obras.

O requerimento foi aprovado pela maioria dos vereadores, tendo o voto contrário dos vereadores Alessandro Bertazi e Renato Rosa (PRP), além das ausências dos vereadores Cabo Eduardo (PP) e Marcelo Ozelim (PSDB). A matéria será encaminhada para a resposta do Executivo Municipal.



Fonte: Por Assessoria de Imprensa da Câmara Municipal de Porto Ferreira

Cavaliani

Comentários