Xiaomi prepara expansão no Brasil e integra estoque de loja física e virtual

Xiaomi prepara expansão no Brasil e integra estoque de loja física e virtual

Preparando terreno para expandir a presença oficial no Brasil, a Xiaomi anunciou uma parceria para simplificar o sistema e tentar unificar lojas físicas e virtual. A empresa assinou com a Linx para implementar uma plataforma Omnichannel e integrar os canais de venda, o que, segundo a própria companhia, é fundamental para o plano de expansão no país.

A companhia acertou contrato com o Linx Omni OMS, sistema que vai permitir à Xiaomi utilizar seus pontos físicos como centro de distribuição e coleta dos produtos vendidos na internet. Assim, ser√° possível reduzir o tempo e custo de entrega, além de manter o estoque unificado, permitindo o monitoramento do que est√° para ficar em falta, por exemplo.

"A Xiaomi tem a inovação em seu DNA e a aposta em novos canais de venda é um processo que temos colocado em pr√°tica. A parceria com a Linx não é somente a integração do mundo online com as atuais lojas físicas, mas também a evolução do conceito e-commerce", explicou Paulo Xu, fundador da DL, parceira da Xiaomi no Brasil.

-
CT no Flipboard: você j√° pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.
-

São duas lojas físicas da Xiaomi no Brasil até o momento, ambas em São Paulo. A companhia j√° falou sobre a intenção de abrir lojas em outros estados ao longo de 2020, e recentemente Luciano Barbosa, respons√°vel pela operação da empresa chinesa no país, disse que h√° um estudo para começar a produzir produtos por aqui.

O cat√°logo da empresa no país j√° soma mais de 260 produtos, entre smartphones, pulseiras e relógios inteligentes, fones de ouvido, câmeras, lumin√°rias, lâmpadas e até guarda-chuva e escova de dente elétrica.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Acompanhantes Goianiauniversitariasclub