"É hora de intensificar a vacinação", diz ministra sobre covid-19

Ela agradeceu os cientistas e os laborat√≥rios que desenvolveram os imunizantes e fez uma refer√™ncia especial aos trabalhadores do Sistema √önico de Sa√ļde (SUS)

"É hora de intensificar a vacinação", diz ministra sobre covid-19

A ministra da Sa√ļde, N√≠sia Trindade, afirmou neste domingo (7) que infecções pelo v√≠rus Sars-COV 2, respons√°vel pela covid-19, vão continuar ocorrendo e que o momento é de fortalecimento dos sistemas de vigil√Ęncia, diagnóstico, assist√™ncia e vacinação.

Segundo ela, o v√≠rus ainda sofrer√° mutações e, por isso, os cuidados devem ser mantidos.

"É hora de intensificar a vacinação. As hospitalizações e óbitos pela covid-19 ocorrem principalmente em indiv√≠duos que não tomaram as doses de vacina recomendadas", destacou a ministra em cadeia de r√°dio e televisão.

"Por esta razão, o Ministério da Sa√ļde, ao lado de estados e munic√≠pios, realiza desde fevereiro um movimento nacional pela vacinação de reforço para covid- 19. Esta é a forma mais eficaz e segura de proteger nossa população. Precisamos estar unidos pela sa√ļde, em defesa da vida", acrescentou.

Na √ļltima sexta-feira (5), a Organização Mundial da Sa√ļde (OMS) anunciou o fim da emerg√™ncia de sa√ļde p√ļblica de import√Ęncia internacional. "Depois de termos passado por um per√≠odo tão doloroso, nosso pa√≠s recebe essa not√≠cia com esperança", afirmou N√≠sia.

"O momento é de transição do modo de emerg√™ncia para enfrentamento continuado como parte da prevenção e controle de doenças infecciosas."

Durante o pronunciamento, a ministra lembrou que o Brasil perdeu 700 mil vidas durante o surto sanit√°rio.

"Outro teria sido o resultado se o governo anterior, durante toda a pandemia, respeitasse as recomendações da ci√™ncia. Se fossem seguidas e cumpridas as obrigações de governante de proteger a população do pa√≠s. Não podemos esquecer. Precisamos preservar esta memória para construir um futuro digno", reforçou.

Ela agradeceu os cientistas e os laboratórios que desenvolveram os imunizantes e fez uma refer√™ncia especial aos trabalhadores do Sistema √önico de Sa√ļde (SUS).

"Apesar do negacionismo, dos ataques à ci√™ncia e da pol√≠tica de descaso, muitas vidas foram salvas devido ao SUS e ao esforço sem limites dos trabalhadores e das trabalhadoras da sa√ļde", destacou a ministra.

"A eles, agradeço em meu nome e em nome do presidente Lula, que tem se dedicado desde o primeiro dia de nosso governo à pol√≠tica do cuidado e ao fortalecimento do SUS", reforçou N√≠sia.