Peng Shuai: como a China censurou uma das maiores estrelas do tênis

Peng Shuai: como a China censurou uma das maiores estrelas do tênis
A tenista chinesa, que j√° foi número um no ranking mundial de duplas, postou na rede social Weibo que um político importante havia abusado sexualmente dela. Pouco depois, a mensagem foi apagada. Peng Shuai tem mais de meio milh√£o de seguidores online

Getty Images via BBC

Pouco depois de Peng Shuai, uma das tenistas mais populares da China, usar a rede social Weibo para acusar um político importante de abuso sexual, a sua conta pessoal na plataforma foi censurada.

Isso foi no dia 2 de novembro. Ela n√£o foi vista ou ouvida em público desde ent√£o.

Onde est√° Peng Shuai? Fotos da tenista chinesa s√£o publicadas em rede social em meio a dúvidas sobre paradeiro

Estrela chinesa do tênis some após acusar dirigente do Partido Comunista de agress√£o sexual

Caso Peng Shuai: por que pessoas 'desaparecem' na China?

A BBC News analisou a linha do tempo dos eventos daquele dia para entender as técnicas de censura online usadas contra Peng.

O que aconteceu com a publicação de Peng na rede social?

No dia 2 de novembro, a tenista, que j√° foi número um no ranking mundial de duplas, publicou um post no Weibo alegando que havia sido for√ßada a manter rela√ß√Ķes sexuais com Zhang Gaoli, ex-vice-primeiro-ministro chinês. Essa postagem desapareceu rapidamente - provavelmente em uma hora.

Utilizando a ferramenta de internet Wayback Machine - que permite voltar no tempo online - pudemos constatar que ao final daquele dia n√£o havia nenhum vestígio da postagem.

Em seguida, analisamos a linha do tempo do perfil de Peng no Weibo e descobrimos que outras seis postagens haviam sido publicadas e, posteriormente, apagadas.

Esta n√£o é a primeira vez que um atleta de alto nível é censurado na China.

No ano passado, o ex-jogador de futebol internacional Hao Haidong também foi censurado na internet, bem como sua esposa, Ye Zhaoying, uma jogadora de badminton aposentada, depois que ele defendeu abertamente o fim do Partido Comunista da China.

Como os seguidores da tenista foram afetados?

Os usu√°rios do Weibo, assim como os do Twitter, podem postar coment√°rios em resposta às postagens. No entanto, coment√°rios na timeline de Peng no Weibo foram bloqueados, impedindo que seus seguidores (mais de meio milh√£o) se envolvessem em debates no perfil dela.

Aparentemente alguns termos específicos de pesquisa foram temporariamente bloqueados. Portanto, se um usu√°rio digitou o nome de Peng, por exemplo, n√£o apareceram resultados- pelo menos por um período. Algumas dessas restri√ß√Ķes j√° foram retiradas.

Além disso, postagens de outros usu√°rios no Weibo, referindo-se a Peng, foram removidas da plataforma.

Em 3 de novembro, o comentarista de tênis chinês Ouyang Wensheng escreveu: "Espero que você esteja segura" e "Como ela deve estar desesperada e indefesa". Ambas as postagens foram removidas.

Para contornar os censores, surgiram solu√ß√Ķes criativas.

Em vez de se digitar Zhang Gaoli diretamente, os usu√°rios do Weibo passaram a se referir ao político por outros nomes semelhantes, ou nomes que têm as mesmas iniciais em chinês.

No entanto, as autoridades est√£o atentas a essa estratégia e as postagens que tentaram fugir dos censores dessa forma também foram rapidamente retiradas.

ONU pede ao governo chinês que apresente prova de vida de tenista desaparecida

E pesquisas em outras ferramentas de busca na internet?

O mecanismo de busca Baidu mostra apenas reportagens da mídia estatal sobre Peng Shuai e Zhang Gaoli.

Outros sites de mídia social populares na China, como Douyin (o TikTok chinês) e as plataformas de compartilhamento de vídeo Kuaishou e Bilibili, também parecem ter sofrido restri√ß√Ķes para buscas de termos relacionados ao caso da tenista.

No site de perguntas e respostas Zhihu, nenhum resultado aparece quando o nome "Peng Shuai" é inserido. No entanto, quando "Zhang Gaoli" é pesquisado, surgem resultados, mas só de postagens que o retratam como um líder heróico.

Qual foi a repercuss√£o online disso?

Cada vez mais jogadores de tênis renomados têm perguntado sobre o paradeiro de Peng.

A ex-número um do mundo Naomi Osaka escreveu no Twitter: "A censura nunca é OK, em qualquer hipótese. Estou em choque com a situa√ß√£o atual e envio amor e luz para ela."

Uma campanha online, usando a hashtag #WhereIsPengShuai? (Onde est√° Peng Shuai), come√ßou a circular h√° poucos dias e agora é trending topic no Twitter.

As autoridades chinesas est√£o relutantes em falar sobre o caso.

Na quinta-feira (18), o porta-voz do Ministério das Rela√ß√Ķes Exteriores Zhao Lijian disse n√£o ter conhecimento do caso depois de ser pressionado por jornalistas em uma coletiva de imprensa, mas seus coment√°rios foram posteriormente excluídos da transcri√ß√£o oficial da entrevista coletiva.

* Com pesquisa complementar de Paul Myers.

VÍDEOS: as últimas notícias internacionais