Reformulação x continuidade: os trunfos de São Paulo e Corinthians no Majestoso

Por Jornal do Porto em 15/02/2020 às 07:39:11

São Paulo e Corinthians se enfrentam neste sábado, no Morumbi, com planejamentos completamente opostos para a atual temporada. De um lado, uma equipe que tem como trunfo a continuidade de um trabalho iniciado no ano passado, com a manutenção do treinador e de todos os titulares. Do outro, um time com vários reforços, novo técnico e, o mais importante, uma nova filosofia de jogo.

Terceiro colocado do Grupo C do Campeonato Paulista, atrás de Inter de Limeira e Mirassol, o São Paulo chega ao Majestoso pressionado por uma vitória. Nos últimos jogos, o time de Fernando Diniz conseguiu dominar o adversário, criou oportunidades de gol, porém, a superioridade não foi revertida em vitórias. Ainda assim, o maior poderio criativo no setor ofensivo sinaliza que a equipe vem evoluindo gradativamente neste início de temporada.

Inegavelmente, o time de 2020 tem muito mais "a cara" de Fernando Diniz que o do ano passado. A pré-temporada em Cotia aproximou o elenco das ideias da comissão técnica, que agora busca transformar o que vem sendo apresentado ao longo dos 90 minutos em resultados. A pressão é grande, mas o fator casa pode pesar. A expectativa é de casa cheia neste sábado.

Para reencontrar o caminho das vitórias no Campeonato Paulista, Diniz contará com dois importantes reforços contra o Corinthians: Antony e Igor Gomes. A dupla estava na Colômbia disputando o Torneio Pré-Olímpico com a Seleção Brasileira sub-23 e, com a vaga às Olimpíadas assegurada, volta a ficar à disposição do São Paulo.

Já pelo lado do Corinthians, a pressão é muito pior. Com um técnico há apenas dois meses no cargo, a equipe precisa reagir e chega ao clássico deste sábado com a vitória como quase uma obrigação, muito por conta da eliminação na Pré-Libertadores, na última quarta-feira, para o Guarani, do Paraguai, em Itaquera.

Apesar do pouco tempo à frente da equipe e da precoce decepção no torneio continental, Tiago Nunes vem conseguindo reformular o jeito do Corinthians jogar. O estilo de jogo do Timão nos últimos dez anos ficou marcado por características muito mais defensivas que ofensivas, e o ex-técnico do Athletico-PR, mesmo recém-chegado, tem feito a equipe atuar de forma mais atraente, agressiva e buscando o gol a todo momento.

Diversos reforços desembarcaram no Parque São Jorge em 2020. Luan, Cantillo, Matheus Davó, Sidcley e Yony González. Além deles, Lucas Piton, que vinha atuando pelo sub-20, foi promovido por Tiago Nunes e se tornou mais uma cara nova do elenco. Diante de tantas mudanças no grupo, o Timão, aos poucos, vai encontrando sua melhor formação.

Como se não bastasse todas as chegadas e saídas, no início desta temporada Tiago Nunes teve de lidar com a ausência de Pedrinho, grande promessa do clube. Com a Seleção Brasileira sub-23 disputando o Torneio Pré-Olímpico, na Colômbia, o meia só voltou ao Timão nesta semana, enfrentou o Guaraní na última quarta-feira e tem tudo para novamente ser titular no Majestoso.

Apesar de planejamentos opostos, São Paulo e Corinthians deverão apresentar um futebol bastante semelhante em alguns aspectos neste sábado, às 19h (de Brasília). Com dois treinadores que buscam o ataque, a posse de bola e agredir o adversário com intensidade, certamente o Majestoso no Morumbi tem tudo para ser eletrizante.

O post Reformulação x continuidade: os trunfos de São Paulo e Corinthians no Majestoso apareceu primeiro em Gazeta Esportiva.

Fonte: Gazeta Esportiva

Cavaliani

Comentários