BRK em Porto Ferreira termina 2022 com qualidade da água comprovada por mais de 79 mil análises em conformidade

Eficiência do tratamento de esgoto também foi medida por outros 12.669 ensaios feitos em laboratório

BRK em Porto Ferreira termina 2022 com qualidade da água comprovada por mais de 79 mil análises em conformidade

A BRK, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto em Porto Ferreira, terminou o ano de 2022 com 79.421 análises da água captada, produzida e distribuída à população. Em média, foram mais de 6,6 mil amostras analisadas a cada mês para garantir a qualidade do recurso que chega às casas dos ferreirenses e o resultado foi um produto em conformidade com os padrões de potabilidade exigidos pela legislação.

Atestar que a água que abastece o município está dentro destes padrões legais significa que o recurso retirado dos mananciais recebeu um tratamento correto, com metodologia moderna e conduzido por profissionais qualificados, até chegar às torneiras. Os testes são feitos no processo de tratamento, na saída da Estação de Tratamento de Água (ETA) e nas redes de distribuição aos imóveis.

Os ensaios são realizados em laboratório da unidade e de terceiro e, ao todo, 177.967 parâmetros foram considerados em todas as análises. Em média, foram distribuídos mensalmente 451.221m3 de água (ou pouco mais de 451 milhões de litros) no município. Esse volume corresponde a mais de 180 piscinas olímpicas.

"Nossos processos têm como objetivo manter o mais elevado nível de excelência no abastecimento de água de Porto Ferreira. Há um conjunto de fatores que cooperam para o bom desempenho e a garantia de que os moradores recebam uma água de qualidade, como a assertividade no planejamento de investimentos, os treinamentos e, principalmente, o comprometimento de cada funcionário da equipe", afirma Alex Zampieri, gerente de operações da BRK.

Adotando padrões de transparência, a BRK reporta 100% dos resultados das análises para o Sistema de Vigilância da Qualidade da Água para Consumo Humano (SISAGUA), que é um repositório de informações técnicas aberto à consulta pública.

A BRK também distribui anualmente em todos os imóveis do município um relatório anual de qualidade da água, em que são divulgados os resultados das análises de potabilidade realizados sempre no ano anterior.

Análises atestam qualidade do tratamento de esgoto

A concessionária também realizou 12.669 análises laboratoriais entre janeiro e dezembro de 2022 para aferir a eficiência do tratamento de efluentes no município, com resultados dentro dos padrões de conformidade. Diariamente são tratados 7.050m3 (ou pouco mais de 7 milhões de litros) de esgoto na cidade.

Os ensaios são realizados por laboratório terceirizado e consideram entre os principais parâmetros a demanda bioquímica de oxigênio (DBO), demanda química de oxigênio (DQO), oxigênio dissolvido (OD), sólidos suspensos totais (SST), nitrogênio, fósforo, bacteriológico e o exigido pelas legislações, entre elas, a do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

São análises físico-químicas e microbiológicas de amostras do efluente (esgoto) bruto e depois de tratado. São coletadas amostras em 15 pontos dos corpos receptores, em locais situados antes e depois do lançamento do efluente tratado.

"Esse trabalho rigoroso de análise e monitoramento do tratamento de esgoto visa garantir que a operação seja eficiente e, desta forma, beneficie o meio ambiente e a comunidade. Levar o saneamento além do básico é uma meta que traçamos e que perseguimos diariamente em nosso trabalho", afirma Zampieri.

Acompanhantes Goiania