Aniversário de Porto Ferreira: Rotatória Coronel Márcio Rogério Simplício é inaugurada

Município investiu pouco mais de R$ 1 milhão para solucionar o ponto mais crítico do trânsito local

Aniversário de Porto Ferreira: Rotatória Coronel Márcio Rogério Simplício é inaugurada

Como parte das comemorações dos 126 anos de Porto Ferreira, a Prefeitura Municipal realizou na manhã desta quinta-feira (28/07) a cerimônia oficial de inauguração da nova rotatória construída no cruzamento das avenidas Engenheiro Nicolau de Vergueiro Forjaz, Ângelo Ramos, Rudolf Streit e ruas Domingos Bruno (em frente ao ginásio) e Mathias Cardoso, no Centro.

A rotatória recebeu o nome do coronel PM Márcio Rogério Simplício, ex-secretário de Segurança e Mobilidade Urbana de Porto Ferreira, no período de 2019 a 2021, que faleceu vítima de complicações da covid-19. Ele foi responsável por idealizar o projeto da rotatória.

O valor do investimento é de pouco mais de R$ 1 milhão. Parte dos recursos foram bancados com uma emenda de R$ 600 mil do deputado estadual Roque Barbiere (Avante). Os serviços realizados colocaram fim ao ponto mais crítico do trânsito no município, que apresentava constantes engarrafamentos e acidentes.

Cerimônia

A solenidade de inauguração contou com uma grande presença de autoridades, servidores municipais e amigos do homenageado.

O local de destaque foi ocupado pelo prefeito Rômulo Rippa; vice-prefeito Dr. Saldanha Leivas Cougo e esposa Paula; vereadores Sérgio Rodrigo de Oliveira (presidente interino da Câmara Municipal), Marcelo Ozelim (líder do governo), Luciane Lourenço, Priscila Franco de Oliveira, Élcio Arruda e Renato Pires da Rosa; promotor de Justiça Dr. Leandro Viola; secretários municipais coronel Valdemir Guimarães Dias (Segurança e Mobilidade Urbana), Rodrigo Louzada (Obras e Infraestrutura Urbana), Miguel Bragioni (Meio Ambiente e Zeladoria) e coronel Roberto Antônio Diniz (Gestão); Beto Utinetti, assessor do deputado estadual Roque Barbiere (autor de emenda de R$ 600 mil para as obras); coronel Ricardo Roberto Toanelli, comandante do Policiamento Rodoviário do Estado de São Paulo; major Fernando Marino Porto, comandante do 38º BPM-I de São Carlos; major Paulo Roberto Nucci Júnior, subcomandante do 38º BPM-I; 1º tenente Vagner Aparecido Regazzoni, comandante da 3ª Cia/PM de Porto Ferreira; e familiares do homenageado, sendo a esposa Lara Moretto Pedra Simplício, os filhos Ícaro e Isabela e o cunhado capitão Jivago Moretto Pedra.

Usaram a palavra os secretários municipais coronel Valdemir Guimarães Dias e coronel Roberto Diniz, pela Polícia Rodoviária o coronel Tofanelli, o assessor Beto Utinetti, o vereador Marcelo Ozelim pela Câmara Municipal e o prefeito Rômulo Rippa.

Nos discursos, todas as autoridades se emocionaram ao lembrar da figura do homenageado, coronel Márcio Rogério Simplício, uma pessoa descrita como muito especial e que muito contribuiu tanto para a Polícia Militar e Rodoviária, como para o município de Porto Ferreira.

"O Márcio deixou só bons exemplos e ele tinha uma grande qualidade que nem todos temos: ele acreditava no ser humano, tinha fé nas pessoas", disse o prefeito Rômulo Rippa.

Pela família do homenageado, usou a palavra no final o capitão Jivago Moretto Pedra, que disse que o coronel Márcio foi muito feliz em Porto Ferreira e queria fazer mais pelo município.

Após os discursos, o coronel Tofanelli entregou um mimo da Polícia Militar Rodoviária ao prefeito Rômulo Rippa, pela passagem do aniversário da cidade. Em seguida, foram descerradas as placas de inauguração e da biografia do homenageado e, na sequência, encerrando a solenidade, várias viaturas policiais estacionadas tiveram as sirenes acionadas e os policiais presentes fizeram continência em homenagem à memória do coronel Márcio Simplício.

Biografia

Release 835-2022 - Coronel Márcio Simplício e prefeito Rômulo Rippa_batch

Márcio Rogério Simplício nasceu em 25 de outubro de 1967, em Araraquara (SP). Era filho de Osvaldo Simplício e de Marisa dos Santos Vieira e casado com Lara Moretto Pedra Simplício, com quem teve dois filhos, Ícaro e Isabela.

Simplício ingressou na Polícia Militar do Estado de São Paulo em 1º de fevereiro de 1988, na Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Foi declarado Aspirante a Oficial em 1991. Após servir em Unidades da Capital e em Bauru, em 1993 foi transferido para São Carlos, onde permaneceu até 2006, sendo que nos anos de 2005 e 2006 atuou como comandante da então 4ª Companhia da Polícia Militar de Porto Ferreira (hoje 3ª Companhia).

Nesse período exerceu várias funções, permanecendo no Serviço de Inteligência Policial por cerca de 10 anos, e como comandante de Companhia em diversas ocasiões, interinamente ou como titular.

Em 2006, foi movimentado para o Policiamento Rodoviário, assumindo o comando da 1ª Companhia do 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, sediada em Araraquara. Ainda foi responsável pelo comando do 3º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária, que abrange todas as Bases Operacionais nas rodovias de Franca, Ribeirão Preto e Araraquara.

Era bacharel em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia de Polícia Militar do Barro Branco e fez vários cursos de formação e de especialização na Polícia Militar. Concluiu ainda o Mestrado Profissional em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública.

Também era bacharel em Ciências Jurídicas pela Faculdade de Direito de São Carlos e estudioso em direitos humanos, integração da comunidade e a PM e organização contra a violência. Como instrutor de cursos, em diversas ocasiões participou da formação de muitas turmas de soldados da Polícia Militar especializando-se na matéria "Criminalística".

Ao longo da carreira profissional proferiu palestras em empresas, escolas e associações sobre temas de interesse institucional e segurança do trânsito rodoviário. Foi membro do Gabinete de Gestão Integrada do Município de Araraquara. Recebeu inúmeras láureas por seus serviços, tanto de instituições militares como civis.

Após entrar para a reserva, em 2019 ingressou na Prefeitura de Porto Ferreira como secretário de Segurança Pública e Mobilidade Urbana, até falecer aos 53 anos, no dia 16 de abril de 2021, vítima de complicações causadas pela covid-19.



Acompanhantes Goiania