Postado em 14/02/2020

Seminarista Ferreirense relata experiência de Missão

Experiência Missionária. Entre os dias 12 de janeiro e 03 de fevereiro de 2020 os seminaristas do 3º ano da Teologia da Diocese de Limeira, Mateus Moda e Robison Moreli Amadeu, juntamente com o Pe Ricardo Araújo, da cidade de Limeira, participaram da VIII Experiência Missionária da Arquidiocese de Porto Velho, na Paróquia São João Batista, localizada no distrito de Calama, na região do Baixo Madeira.

A Experiência teve por tema "tira as sandálias dos pés, pois este lugar é santo" (Ex 3,5). O distrito de Calama, pertencente ao município de Porto Velho, está localizado a cerca de 180km da cidade de Porto Velho e possui apenas acesso por via fluvial. Nele residem cerca de 3 mil pessoas, que buscam seu sustento, de modo especial, na agricultura, no extrativismo e como funcionários públicos.

Participaram da VIII Experiencia Missionária 31 missionários das arquidioceses de Porto Velho (RO), Humaitá (AM), Itapetininga (SP), Limeira (SP), Montenegro (RS) e Vacaria (RS). Integravam a equipe seminaristas, padres, leigas e bispo. Objetivo da Experiência Missionária: A VIII Experiência Missionária da Arquidiocese de Porto Velho teve por objetivo firmar o seguimento a Jesus Cristo enraizando a vida dos leigos(as) e dos futuros presbíteros no Evangelho, animando a sua vocação como homens e mulheres de fé, conhecendo a realidade pastoral e estando atentos à ação do Espírito Santo na vida das pessoas e das comunidades, tendo isso presente na oração pessoal e comunitária.

Proporciona vivenciando o trabalho em equipe como sinal de serviço e testemunho de comunhão. Assim, aprofundando o Espírito Missionário diocesano na realidade amazônica. Testemunho: "Na simplicidade de suas vidas, testemunham a presença de um Deus-presença!" É possível sim ser feliz com o pouco, com o necessário. Podemos com o pouco oferecer muito e desse muito aquilo que temos de melhor. Ali encontrei pessoas simples, humildes, humanas, misericordiosas, que sonham e lutam diariamente. Na simplicidade de suas vidas, testemunham a presença de um Deus que é próximo.

Um Deus que se faz presente e os ajuda a manterem-se firmes na fé. A imagem também é de um Deus providente, pois, muitos comem hoje e não sabem se vão conseguir comer amanhã ou até mesmo conseguirem água boa para beber..., porém, acreditam e confiam que, Deus em sua infinita bondade providencia.

Agradecem muito a Deus pela terra onde nasceram e vivem. Para eles, aquela terra é solo Sagrado onde Deus também habita. NÃO RECLAMARAM DE NADA! Um povo que preserva muito a UNIDADE FAMILIAR e seus valores transmitidos pelas gerações, bem como a TERRA onde vivem e sobrevivem. Aprendi a valorizar melhor aquilo que Deus me dá diariamente. É necessário um sair de mim, um despojar para poder estar aberto à uma outra realidade "diferente" e desafiadora.

Em outras palavras, experiência singular proporcionada por Deus! "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, proclamai o Evangelho a toda criatura." (cf. Mc 16, 15) Levarei na bagagem muito aprendizado, sentimentos, saberes, enfim histórias que fazem esta experiência Missionária não ser momentânea, mas para a vida toda. "Assim também vocês, quando tiverem cumprido tudo o que lhe mandarem fazer, digam: Somos servos inúteis; fizemos o que devíamos fazer." (cf. Lc 17, 10)

Comentários

Cavaliani