Postado em 18/01/2020

Missa de Posse do 6º Bispo da Diocese de Limeira

Dom José Roberto toma posse como 6º bispo da diocese de Limeira, em celebração eucarística que realizada, às 17 horas, sábado dia 18 de janeiro de 2020, na catedral Nossa Senhora das Dores, em Limeira. A missa de posse contou com a presença de bispos, padres e diáconos do estado de São Paulo, além do clero diocesano de Limeira, amigos e familiares de dom José Roberto. O arcebispo de São Paulo - cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, e o arcebispo de Campinas - dom João Inácio Müller, Dom Orlando e outros bispos, presentes nesta celebração que marca o início do episcopado de dom José Roberto à frete da diocese de Limeira.

Histórico

Dom José Roberto Fortes Palau foi nomeado bispo auxiliar para a arquidiocese de São Paulo, SP, pelo Papa Francisco, em 30 de abril de 2014, e ordenado no 21 de junho do mesmo ano, em São José dos Campos-SP. Desde então, atuava como Vigário Episcopal da Região Ipiranga na capital Paulista.

Nasceu em Jacareí-SP em 9 de abril de 1965. Foi ordenado sacerdote em 6 de fevereiro de 1993, sendo incardinado no clero da diocese de São José dos Campos-SP.

É mestre em Teologia da Espiritualidade pela Pontifícia Faculdade de Teologia Teresianum (Roma, 1994-1996) e doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2003-2007).

Ao longo de sua atuação como padre, foi reitor do seminário de Teologia da diocese de São José dos Campos (2000 a 2009); lecionou Teologia da Espiritualidade no Instituto Sagrado Coração de Jesus, em Taubaté (2000 a 2003); fez parte do Conselho de Presbíteros da diocese de São José dos Campos (1997 a 2013); participou, como membro, do Colégio de Consultores (2001 a 2014); foi Pároco da Paróquia São José, em São José dos Campos (1997 a 2000); coordenou a Pastoral Presbiteral da Diocese de São José dos Campos (1998 a 2001); atuou como Vigário Geral da Diocese de São José dos Campos (2005 a 2013); foi diretor da Escola Diaconal (2005 a 2011) e diretor e professor na Faculdade Católica de São José dos Campos (2008 a 2014); e foi Pároco na Paróquia Santo Agostinho (2010 a 2014).

Fonte: CNBB

Comentários

Cavaliani