CDHU entrega últimas casas a sorteados e começa convocar suplentes

36 das 45 unidades restantes foram entregues no último dia 10 de abril; no total 11 famílias precisam assinar contratos ou desistência

Por Redação Jornal do Porto em 08/05/2020 às 13:50:11

O prefeito, vice e diretores da CDHU durante entrega de casas no Conjunto Habitacional Arnaldo dos Santos (AssCom/ Divulgação)


Com medidas de distanciamento, Casas populares a espera dos moradores na no último dia 30 de abril (AssCom/Divulgação)


O Conjunto Habitacional Arnaldo dos Santos, em Santa Rita do Passa Quatro, está próximo de entregar todas as casas pela CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). No último dia 30 de abril, quinta-feira, foram entregues mais 36 das 45 últimas unidades restantes. As entregas aconteceram no próprio conjunto habitacional, obedecendo protocolos de distanciamento, como combate ao Covid-19. Duas famílias, que não compareceram para assinar os contratos, devem ainda procurar a prefeitura para isso. Outras duas famílias desistiram no momento da assinatura.

Com mesas colocadas em frente as residências, mantendo distanciamento entre as pessoas, tanto os funcionários da prefeitura e da CDHU, como futuros moradores. Todos também receberam um kit da prefeitura contendo máscara facial e álcool em gel, para prevenção ao novo coronavírus.

O prefeito Leandro Luciano dos Santos e a vice-prefeita Maria Rita Mondin de Oliveira estiveram no local. Também estiveram presentes do diretor de Atendimento Habitacional, Marcelo Hercolin, e do diretor Técnico da CDHU, Aguinaldo Quintana.

"Quero agradecer a Deus por ter me dado a oportunidade de proporcionar essa alegria a várias famílias santa-ritenses que estão saindo do aluguel, e também ao Governo do Estado, através da CDHU, em nome dos meus grandes amigos Agnaldo Quintana e Marcelo Hercolin", disse o prefeito. "Em momento tão delicado do país, por causa do coronavírus, Santa Rita continua realizando e entregando benefícios para nossa população", concluiu.

SUPLENTES

De acordo com a CDHU, 11 unidades ainda estão pendentes, por falta de assinaturas de contrato ou de termo de desistência, para que as 205 casas sejam finalmente entregues aos seus mutuários. A Companhia afirmou que no total já foram convocados 29 suplentes para preencher vagas de desistentes ou famílias que não se enquadraram nos critérios.

Fonte: Cleber Octaviano - Jornalista - Mtb 27.697 [email protected]

Cavaliani

Comentários