Coronavírus atinge o recorde de 1 milhão de infecções em todo o mundo

Por Redação JP em 03/04/2020 às 15:58:17

A pandemia do novo coronavírus (SARS-CoV-2) vem atingindo níveis preocupantes em todo o mundo. Nesta quinta-feira (2), o número de casos chegou recorde de mais de 1 milhão de confirmações, de acordo as estatísticas oficiais da Newsbreak, que agrega números de fontes oficiais como o Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos e a Organização Mundial da Saúde (OMS). Os Estados Unidos são o atual epicentro e a previsão é de que o patógeno continue se espalhando com rapidez — a Casa Branca estima entre 100 mil e 240 mil mortos por conta da COVID-19.

A cidade de Nova Iorque, que concentra o maior número de positivos em solo ianque, corre para se preparar para o aumento de vítimas, à medida que o pico se aproxima. O governador democrata Andrew Cuomo recorreu ao Twitter para lembrar aos cidadãos a gravidade da situação. "Todo condado de Nova Iorque já relatou um caso de coronavírus. Este vírus marchou por todo o nosso estado. Temos condados com mais vacas que pessoas. Isso não parou. Urbano, suburbano e rural: todos somos afetados. Em seguida, marchará pela nossa nação", postou.

A economia do país já começa a sentir o impacto brutal da pandemia, com um aumento de 3.000% em seu número de desempregados. Mais de 6,6 milhões de trabalhadores entraram na primeira rodada de benefícios para conter a crise, na semana passada. Até agora, os Estados Unidos acumulam mais de 240 mil casos, com 5,8 mil mortes e mais de 25 mil positivos somente nesta sexta. Nas últimas 24 horas, foram 698 óbitos.

Curva em ascendência

O Instituto de Métricas de Saúde da Universidade de Washington disponibilizou uma ferramenta que mostra uma projeção em cada estado, com o gráfico que ilustra a curva de confirmações em relação à capacidade de atendimento. A expectativa é de que a epidemia alcance seu pico no dia 15 de abril, quando são esperadas 2.271 mortes em um só dia.

Imagem: Reprodução/Instituto de Métricas de Saúde da Universidade de Washington

As autoridades de saúde ainda estão correndo para produzir uma vacina bem-sucedida, ao mesmo tempo em que aumentam as pesquisas terapêuticas, para descobrir o melhor tratamento para os doentes. A Casa Branca comunicou que o distanciamento social deve permanecer em vigor pelo menos até o dia 30 de abril.

Curas

Apesar das notícias mostrarem que, desse total de infectados, cerca de 53 óbitos foram registrados até agora, segundo a Bloomberg, o outro lado da moeda traz esperança: mais de 210 mil pessoas já se curaram da COVID-19 ao redor do mundo. Por isso é importante frear a disseminação do vírus e respeitar as medidas de segurança, como manter a higiene das mãos e evitar contato próximo com outras pessoas.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech

Cavaliani

Comentários