Microsoft anuncia investimento em 18 startups lideradas por mulheres

Microsoft anuncia investimento em 18 startups lideradas por mulheres

"Estamos lançando os futuros unicórnios do Brasil". A frase foi pronunciada por T√Ęnia Cosentino, presidente da Microsoft no Brasil, no discurso de abertura do evento que anunciou as 18 startups lideradas por mulheres que receberam investimentos do Fundo WE | Women Entrepreneurship. O programa WE foi lançado em novembro, porém as escolhidas para o fundo de investimentos WE Ventures ainda não haviam sido divulgadas, o que aconteceu nesta quinta-feira (12), em São Paulo.

A primeira empresa escolhida foi a Pack ID, cuja CEO Caroline Dallacorte estava presente no evento. "O dinheiro é importante, mas o que realmente importa são as pessoas ao redor fazendo com que você cresça", comentou a fundadora da startup, especializada no monitoramento de temperatura e umidade em tempo real, com foco em evitar perdas utilizando inteligência de dados aplicada em toda a cadeia de distribuição de produtos perecíveis.

Além da Pack ID, mais 18 startups foram escolhidas entre 942 candidaturas para participar da WE Impact. São elas: Dinie, Afinando o Cérebro, Exemplaria Solutions, AI Robots, Raks Tecnologia Agrícola, EntregAli, DNA da Educação, Tamboro, Abler Recrutamento Digital, Uffa, Ananse, Você Tech, Wecondo, Pontue - Redação Inteligente, Soul.Med, Logpyx, Cash.in e Coopark.

-
Siga no Instagram: acompanhe nossos bastidores, converse com nossa equipe, tire suas dúvidas e saiba em primeira mão as novidades que estão por vir no Canaltech.
-

Lícia Souza, CEO da WE Impact, explicou que pretende estimular o empreendedorismo feminino com essa iniciativa. "Procuramos empreendedoras dispostas a liderar empresas inovadoras que resolvem problemas reais em escala significativa. Estamos apostando no impacto que suas soluções podem gerar no mercado e na sociedade como um todo", conta.

O WE Impact atua em três pilares: investimento, comunidade e cultura. Assim, a empresa pretende construir uma nova cultura tecnológica, removendo crenças limitantes que impeçam mulheres de participar dessas novas iniciativas tech, desde a criação de uma ideia até o momento em que elas se tornem inspirações para uma nova geração de empreendedoras.

Iniciativa Women Entrepreneurship (WE): empreendedoras, investidoras e apoiadoras do programa

Painel com as startups selecionadas

Após toda a apresentação, representantes de cinco startups participaram de um painel para explicar suas ideias para o público presente. Junto com Renata Malheiros, coordenadora nacional da SEBRAE, Marcella Ceva, executiva-chefe do WE Ventures e Lícia Souza (WE Impact), reuniram-se as empreendedoras Suzy Ferreira (Dinie), Ingrid Gielow (Afinando o Cérebro), Luma Boaventura (AI Robots), Caroline Dallacorte (Pack ID) e Carla Sampaio (Exemplaria) em um r√°pido bate-papo.

"A hora [de empreender] chega e às vezes pode chegar de um momento negativo ou positivo. Quando você acredita em si mesmo, as pessoas vão passar a acreditar", disse Suzy Ferreira. A empreendedora dividiu situações ruins de sua vida e comentou sobre a falta de apoio de amigos e familiares antes de lançar seu próprio negócio. A história de sua startup, Dinie, teve início quando Ferreira tinha apenas nove anos de idade e viu a família vir a falência. A fintech fornece linha de crédito rotativa e reutiliz√°vel para pequenos negócios.

Gerenciada por um grupo de fonoaudiólogos, a Afinando o Cérebro é uma healthtech que desenvolve jogos terapêuticos para o desenvolvimento auditivo. "Eu nasci para cuidar de pessoas e eu nunca podia imaginar que ser empreendedora significa transformar vidas além daquelas que estão próximas da gente", comenta Ingrid Gielow, CEO da plataforma digital.

Nascida dentro da Unicamp, a Exemplaria é uma RHTech que criou um algoritmo capaz de monitorar o engajamento das pessoas e das equipes prevendo a eventual saída de colaboradores ou diminuição de produtividade utilizando nada menos que inteligência artificial e ciência de dados. Carla Sampaio é CEO da startup e compartilhou que "a missão é melhorar a vida das pessoas no ambiente de trabalho" e, dentro do programa, a expectativa é de se tornar "um grande unicórnio no futuro".

Luma Boaventura é CEO da AI Robots, empresa que atua com uma plataforma de inteligência artificial para robôs e equipamentos industriais, utilizando aprendizado de m√°quina para manutenção preditiva. Durante sua apresentação, ela citou a tragédia em Brumadinho como um exemplo de problema que sua startup pretende prevenir: "a gente quer que o mineiro e o Brasil inteiro tenham essa mentalidade de predizer as situações e não tratar só como o problema acontece de fato."

Apoio

A iniciativa WE faz parte de uma série de ações concebidas pela Microsoft para estimular o desenvolvimento e a democratização do uso da Inteligência Artificial no Brasil. Inicialmente, foi idealizado pela empresa em parceria com o Sebrae, Bertha Capital e Belvedere Investimentos, e agora conta com mais três empresas para fazer parte do grupo de apoiadores e investidores: Flex, Pacto Energia e Grupo Sabin.

Durante o evento na quinta-feira, a WE Impact anunciou uma parceria com a ONU Mulheres. A organização assinou os Princípios de Empoderamento das Mulheres, que fornece orientações sobre como capacitar as funcion√°rias no trabalho e no mercado. A partir dessa parceria, serão lançados conteúdos exclusivos oferecidos para todas as startups apoiadas pela WE e materiais pr√°ticos para engajar todas as startups do país no segundo semestre deste ano.

Como participar?

Mesmo com 18 candidatas j√° selecionadas, mais sartups lideradas por mulheres poderão se inscrever para receber incentivo da WE Impact. A iniciativa anunciou que abrir√° vagas para um segundo processo seletivo em 30 dias, por meio do site oficial. Boa sorte!

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech: