Pirassununga se despede de uma de suas grandes personalidades

Além de suas contribuições acadêmicas e espirituais, Padre Humberto tinha um lado descontraído e acessível

Pirassununga se despede de uma de suas grandes personalidades

Pirassununga se despede com pesar de Padre Humberto Capobianco, uma figura marcante e reverenciada tanto no clero quanto na educação da nossa comunidade. Padre Humberto, um homem de origem simples e popular, sempre teve uma presença significativa, impactando diversas gerações com seu trabalho e dedicação.

Padre Humberto nasceu em Campestre, Minas Gerais, e desde muito jovem, aos 13 anos, encontrou em Pirassununga seu lar. Foi no Educandário do MSC (Escola Apostólica) que ele iniciou sua jornada, permanecendo por seis anos. Sua formação religiosa foi extensa e intensa, passando por diversas fases de aprendizado e dedicação que culminaram em sua ordenação sacerdotal.

Ele não foi apenas um religioso, mas também um educador dedicado. Atuou como professor na Escola Apostólica e fundou o Colégio John Kennedy, deixando um legado educacional que permanece até hoje. Seu envolvimento com a comunidade foi além das salas de aula; ele participou ativamente da pastoral e desempenhou papel fundamental em várias iniciativas locais.

Padre Humberto também teve uma carreira internacional admirável, representando a nossa comunidade em conferências e encontros ao redor do mundo, incluindo países como Peru, Austrália, Indonésia, Japão, Áustria, Guatemala e Venezuela. Seu papel como Superior Provincial e em outras posições de liderança dentro da Congregação dos Missionários do Sagrado Coração evidenciam seu compromisso e competência.

Além de suas contribuições acadêmicas e espirituais, Padre Humberto tinha um lado descontraído e acessível. Flamenguista e torcedor do Clube Atlético Pirassununguense, ele também era conhecido por suas habilidades no futebol, jogando inclusive em um time local onde três dos jogadores eram padres, surpreendendo e encantando a comunidade com sua participação.

Em reconhecimento a sua dedicação e impacto, recebeu o título de "Cidadão Pirassununguense", honraria que celebra seu compromisso com a cidade que ele tanto amava e servia.

Padre Humberto faleceu em 2 de junho, deixando um vazio imenso. Seu velório foi realizado na Comunidade Nossa Senhora do Rosário, seguido de uma missa de corpo presente e sepultamento no Cemitério dos MSC. Sua vida, marcada pela fé, educação e dedicação à comunidade, serve como um exemplo inspirador para todos. Seu legado perdurará através daqueles que ele formou e influenciou ao longo de sua vida dedicada ao serviço.

A comunidade de Pirassununga, junto a seus muitos amigos e admiradores de toda a região, sente profundamente a perda de Padre Humberto Capobianco, cuja vida e obra foram um verdadeiro exemplo de devoção e serviço. Que ele descanse em paz.

Acompanhantes Goiania