Polícia Rodoviária manifesta pesar por morte de Polícial vítima de Atropelamento na Anhanguera

O Cabo Vieira, que servia à corporação há 22 anos com "grande dedicação e zelo", deixa esposa e uma filha de 17 anos

Polícia Rodoviária manifesta pesar por morte de Polícial vítima de Atropelamento na Anhanguera

A Polícia Rodoviária manifestou profundo pesar pela morte do Cabo Julio Cesar Vieira de Castro, ocorrida na noite deste sábado (25) durante um bloqueio na Rodovia Anhanguera (SP-330), entre Cravinhos e Ribeirão Preto (SP).

O Cabo Vieira, que servia à corporação há 22 anos com "grande dedicação e zelo", deixa esposa e uma filha de 17 anos.

O acidente ocorreu enquanto o policial participava de uma operação para conter um veículo que estava sendo perseguido. O motorista atropelou o policial e capotou em seguida.

O Cabo não resistiu aos ferimentos e morreu no local. O motorista do carro também morreu no acidente. A passageira do veículo sofreu ferimentos leves.

A concessionária VIAPaulista informou que a rodovia ficou interditada para o atendimento da ocorrência. Uma equipe de resgate foi enviada ao local para socorrer as vítimas.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil.

A Polícia Rodoviária e toda equipe do Jornal do Porto, lamentam profundamente a perda do Cabo Vieira e se solidarizam com a família e amigos neste momento de dor.


Acompanhantes Goiania