Chris Martin faz apelo para fãs devolverem pulseiras de LED nos shows do Coldplay

O músico afirmou que elas são "muito caras"

Chris Martin faz apelo para fãs devolverem pulseiras de LED nos shows do Coldplay

Chris Martin, vocalista da banda Coldplay, fez um pedido para que os fãs brasileiros devolvam as pulseiras de LED recebidas durante o show. O músico afirmou que elas são "muito caras". Segundo um ranking divulgado pelo próprio grupo, o público do show de São Paulo foi o que menos devolveu os acessórios na passagem da banda pela América do Sul (85%). "Essas pulseiras mudaram nossas vidas, porque elas permitiram que a gente se conecte com o público, de modo que todos façam parte do show. As pulseiras originais foram projetadas há 13 anos, por um homem que costumava fazer baterias para brinquedos sexuais. Ele era muito bom com baterias pequenas, e fez essas coisas que de alguma forma se tornou um quinto membro do Coldplay", disse o vocalista. "Foi onde a gente gastou a maior parte do nosso dinheiro [arrecadado nos shows], mas valeu a pena porque com elas o concerto fica uma coisa diferente: você não está olhando a banda, você está observando a multidão. E as pessoas devem devolvê-las porque elas são muito caras", finalizou Chris. Os acessórios são entregues nas entradas das apresentações e a devolução é feita ao final. A organização higieniza as pulseiras e reutiliza em outros concertos da banda. Até o momento, Buenos Aires foi a cidade que mais teve retorno de pulseiras (96%). A banda se apresenta ainda em Curitiba e Rio de Janeiro.

Veja o ranking de devolução das pulseiras do show:

  1. Buenos Aires, Argentina – 96%
  2. Santiago, Chile – 86%
  3. Curitiba, Brasil – 86%
  4. São Paulo, Brasil – 85%

*Com informações do Estadão Conteúdo

Acompanhantes Goiania