Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira completou 99 anos de sua fundação

Na última terça-feira (24) completaram-se 99 anos da fundação da Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira, mantenedora do Hospital Dona Balbina

Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira completou 99 anos de sua fundação

A história do hospital teve seu início com a vinda do Dr. Carlindo Valeriani, o primeiro médico a residir em Porto Ferreira nos meados de março de 1897. Após alguns anos clinicando na cidade, Dr. Carlindo tornou-se amigo do coronel Procópio de Araújo Carvalho, um próspero cafeicultor, proprietário da Fazenda Santa Mariana, a quem Dr. Carlindo pleiteou a construção de um hospital para a cidade que nascia.

Em atenção aquela já verdadeira amizade, e vendo a real necessidade existente, o coronel Procópio e sua esposa, dona Olímpia Meirelles de Carvalho, resolveram então pela construção do hospital.

Dada a grande influência do coronel Procópio, que era também senador, influência esta que atingia a toda a sociedade brasileira, conseguiu-se junto ao bispo de Campinas, dom Francisco de Campos Barretto, a doação de um terreno que era patrimônio da Igreja local, atual Santuário de São Sebastião.

Com a doação do terreno e propósito da construção, Dr. Carlindo deu início ao movimento de edificação do hospital.

Quando na fase inicial da construção, foi realizada, em 24 de janeiro de 1924, uma assembleia, onde foi fundada a Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira, assim como a aprovação de seu estatuto, cuja missão seria de manter e dirigir o hospital.

Procedida a eleição para a Administração da Irmandade, por sugestão do Dr. Carlindo, todos os presentes foram considerados "Irmãos Fundadores" e a nova entidade passou a se denominar "Hospital Dona Balbina", uma homenagem a Mariana Balbina Meirelles, mãe do grande benfeitor do hospital, o coronel Procópio de Araújo Carvalho. Os membros da Irmandade, reunidos em 1º de fevereiro de 1924, elegeram a primeira Mesa Administrativa, assim composta:

• Dr. Carlindo Valeriani – Provedor e Diretor Clínico.

• Sr. Ignácio de Almeida – Secretário.

• Sr. Lázaro Justiniano dos Santos – Tesoureiro.

• Sr. Idalécio Rezende – Procurador da Mesa Administrativa.

• Demais membros: Mordomos.

Em 31 de março de 1924, em sessão solene presidida pelo bispo de Campinas, dom Francisco de Campos Barreto, o coronel Procópio e sua esposa dona Olímpia oficializaram a promessa, assinando a escritura de doação do terreno e do prédio do hospital à Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira, considerando-se inaugurado o Hospital Dona Balbina, e, desde então, a Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira vem dando continuidade a este árduo trabalho em prol da saúde de Porto Ferreira e região.

Assim, a data da fundação da Irmandade é 24 de janeiro de 1924, e a data de inauguração do hospital é 31 de março do mesmo ano.

Dr. Carlindo foi provedor e diretor clínico da Irmandade até 18 de novembro de 1938, data de seu falecimento. Seu filho, o Dr. Plínio de Góes Valeriani, assumiu a provedoria com a morte do pai e a exerceu até 1º de fevereiro de 1980, sendo o mais longevo provedor da instituição.

Na sequência, foram provedores: Júlio Cheffer (1980-1981), Arcyr Giaretta Barcellos (1981-1985), Nivaldo Antonini (1985-1987), José Guilherme G. Dickfeldt (1987 a 1989), Manoel Inácio Pinto (1989 a 1991), Benedito Inácio Américo da Silva (1991 a 1992), Clayton Ernandes Arantes (1992 a 1993), Rubens Burim Filho (1993-1995, 1997 a 2005 e 2022-presente), Antonio Fernando Gentil (1995 a 1997), Wilder Bertonha (2005 a 2009), Paulo Alfredo Fadel (2009 a 2011), Paulo Sérgio Fávaro (2011-2019 e 2022 – período de intervenção) e Gilson Fantinato (2019-2022).

Acompanhantes Goiania