Apesar de alerta do Procon, golpe da "ligação do mesmo número" não existe

Por Redação JP em 28/02/2020 às 21:01:16

O divulgado golpe da "ligação do mesmo número", que consiste em receber uma ligação de seu próprio número de telefone, não existe. Apesar de um alerta feito pelo Procon-SP, instituição de defesa do consumidor do governo do Estado de São Paulo, na figura de seu diretor executivo, Fernando Capez, não ficou comprovado que, de fato, após atender a uma dessas chamadas, as pessoas tivessem seus dados roubados ou qualquer outro indício de fraude.

De acordo com reportagem do Tilt, quando procurado para aferir se algum caso foi mesmo confirmado, o Procon-SP disse que não, mas que funcionários da entidade chegaram a ver casos nas redes sociais, o que torna tudo muito mais estranho. A Anatel (Agência Nacional das Telecomunicações), por sua vez, afirmou que esses casos não mais aconteciam e que estava bloqueando essas chamadas.

A questão é que, com uma breve pesquisa nas redes sociais, é possível ver que há, sim, pessoas falando sobre este caso, mas sem nenhum indício de que alguém tenha sido vítima de uma fraude ou de roubo de dados. Os relatos ficam restritos às mensagens de alerta para o tal golpe e de que pessoas que atenderam a essa chamada foram interpelados por atendentes de telemarketing do Rappi, por exemplo.

-
CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.
-

Veja, na íntegra, o discurso de Capez no vídeo e compare abaixo com o que circula nas redes sociais:

Capez:

Atenção, o Procon alerta. Estamos recebendo reclamações de consumidores nesse sentido. Se você receber uma ligação no seu celular do seu número, não atenda. Verificando pelo visor que o número que te liga é o seu, não atenda. Recuse a ligação. Fraudadores estão aplicando golpes e eles só precisam de 10 segundos da ligação para roubar os seus dados. Portanto, recuse a ligação e avise outras pessoas e seus amigos. Vamos criar uma corrente para evitar que esses fraudadores bandidos roubem seus dados

Mensagem viralizada:

Pessoal, novo golpe perigoso: recebi alguns telefonemas hoje do meu próprio número. Isso mesmo, meu celular ligando para o meu celular. Acabei de ligar para a Vivo e a atendente disse que é o novo golpe: fraudadores clonam seu número e ligam para vc, na curiosidade vc acaba atendendo, e em questão de menos de 10 segundos eles conseguem baixar dados importantes do seu celular, como contas, senhas, e contatos.

É muito importante não atender o seu próprio número, e , se isso acontecer, desligue o aparelho e entre em contato com a operadora. Se vc atender eles passam a vigiar tudo o que vc faz, rastreando seus passos, e depois usam isso contra vc, clonando documentos, entrando em contas bancárias e fazendo pedidos de resgate (sequestro eletrônico) Parece que é a nova moda, portanto, não atendam. Abs *Repassando*

Capez, no entanto, diz que, diferentemente do que a Anatel informou, as pessoas continuam recebendo ligações dos próprios números. "A Anatel disse que havia bloqueado essas ligações, mas algumas pessoas que entramos em contato fizeram a ligação para o próprio celular e conseguiram. Embora tenha sido feito o bloqueio, nada impede de que se consiga fazer uma ligação com o próprio número aparecendo no seu visor a partir de um mecanismo chamado spoofing", disse ao Tilt.

Apesar disso, o spoofing não é uma técnica que rouba dados. É apenas um modo que golpistas usam para ludibriar vítimas, fazendo com que pessoas cliquem onde não devem para, depois, infectar aparelhos com vírus e malwares. Nesse caso, o spoofing estaria sendo usado para simular que alguém está recebendo uma ligação do próprio número, o que não faz muito sentido.

Call center não consegue mudar o número

Apesar de alguns relatos afirmarem que essas ligações vêm de call centers, esses centros não têm capacidade de alterar o número que aparece na tela dos clientes, tampouco as operadoras, conforme a Associação Brasileira de Telesserviços (ABT) explicou ao pessoal do Tilt. Além disso, as ligações que partem do telemarketing também costumam demorar um pouco mais para serem completadas.

Para evitar as ligações de telemarketing, a Anatel possui um site chamado "Não Perturbe", que bloqueia as ligações das prestadoras de serviços e instituições financeiras. Após o cadastro, as instituições têm até 30 dias para parar com as ligações. Caso você ainda continue a receber essas chamadas, é possível denunciar as empresas junto ao Governo, por meio do portal do consumidor.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

Fonte: Canaltech

Cavaliani

Comentários