Saudosistas e corneteiros

Publicada no JORNAL DO PORTO dia 8-7-2022

Saudosistas e corneteiros


Saudosistas e corneteiros 1

Existe uma grande diferença entre essas duas frases. Saudosista: relativo a saudosismo. adjetivo e substantivo de dois gêneros que ou aquele que cultiva o saudosismo. Agora, corneteiro é uma gíria do futebol para aqueles que não fazem nada e só "cornetam", criticam e fazem barulho só para tumultuar, sem base alguma, só em seus anseios de tumultuar e ver se alguém interage da mesma forma para criar tumultos sem noção de nada.

Saudosistas e corneteiros 2

Aos saudosistas, assim como eu, que faço da parte da diretoria da Sociedade Esportiva Palmeirinha, venho com esse mesmo sentimento de saudosismo lembrar das boas tardes de futebol em que assistíamos naquele campo. Venho dividir também a mesma dor da falta de um time profissional à altura de nossa cidade, assim como tantos anos e anos alguns grandes heróis tentaram colocar em campo. E, claro, sem sucesso algum. Hoje, para se manter um time profissional é exigido muito mais. Não é mais como antigamente o amor pelo futebol. Principalmente quando se trata de campo de futebol com suas exigências de capacidade, exigência estruturais, quando tiver jogos sendo da federação uma ambulância somente para o evento (como os corneteiros dizem: com tanta gente precisando de ambulância fica essa aqui parada no campo), recrutamento de policiais (como os corneteiros dizem:. Para irem lá fazer nada e a cidade nesse caos) AVCBs enfim, o campo da vila famosas já não suporta mais tal proeza. Claro, além de uma classe bem complicada, que são os jogadores e seus agentes de futebol, os tais empresários que, claro, querem defender o "seu", pois a maravilha hoje do futebol é o dinheiro.

Saudosistas e corneteiros 3

Afirmo, sim, que é uma classe complicada porque graças a muitos desses jogadores que passaram por esse clube, que juram tanto amor ao futebol, foram eles que entraram em sua grande maioria com processos trabalhistas para recolher seus direitos e a partir disso foi onde levou o clube a ter que pagar seus processos e ficar penhorado por 23 vezes para quitar tais dividas. Tudo pago na Justiça do Trabalho e em acordos com os amantes do futebol. Mas, direito é direito, né? Sim, o clube teve uma grande parcela de pessoas que jogou pela SE Palmeirinha sem cobrar um centavo, e que esses sim são os saudosistas que amavam a arte do futebol. Hoje, não mais.

Saudosistas e corneteiros 4

Aos saudosistas, fica a lembrança. Época que graças ao tempo acabou com o patrimônio que, sem a ajuda financeira, foi se deteriorando e ficando somente a carcaça de um esqueleto falido. Aos saudosistas que colaboraram, fica aquele gosto amargo de que poderiam ter feito mais ou quem quer que seja, inclusive você mesmo, não deixar isso acontecer. Porém, por inúmeras e inúmeras vezes as diretorias, isso mesmo, as diretorias, vários os presidentes tentaram e vieram publicamente pedir ajuda. Pedir para os associados voltarem, pediram para que algumas empresas se juntassem para se formar uma comissão para ajudar o clube através de reuniões e acertos. E daí, o que aconteceu? Nada. Poucos se propuseram a ajudar a manter o mínimo de dignidade do clube.

Saudosistas e corneteiros 5

O clube ainda existe com suas diretorias administrativa e executiva, com reuniões de conselho para apresentação de balanços e prestação de serviço e contas para os que são sócios. Portanto, a decisão de se demolir e lotear para pagamento das despesas do clube partiu de uma sociedade que tem regras, com associados voltados ao interesse do clube em ainda manter o patrimônio existente.

Saudosistas e corneteiros 6

Nenhum associado tem retirada, nenhum associado toma decisão sozinho, como em qualquer clube. Os clubes em geral não têm por obrigação avisar para ninguém, além de seus associados, o que vai ou não fazer, por se tratar de uma sociedade. Agora, aos corneteiros que andam criticando e falando em grupos de zap sem dar nomes e provas, andam falando que todos de lá da sociedade estão roubando o clube, fica a dica. A lei está aí. Até para se provar as calúnias e difamações. A Justiça está aí, inclusive a maior parte da venda de todo o patrimônio que foi vendido foi por interpelação dela, com penhoras de bens do clube para leilão. A Justiça. Então, o dinheiro que foi vendido está muito bem declarado os seus devidos fins. Grande parte intermediada por ela mesma, a lei.

Saudosistas e corneteiros 7

Aos corneteiros que falam, se revoltam e se acham os donos da verdade, se acham injustiçados e provocados perguntam: por que, onde já se viu, o clube chegou nessa situação? Todos são incapazes! Diretores acabando com o clube. Ratos e outros adjetivos. Pergunto eu! Durante todos esses anos que faço parte da diretoria, onde vocês estavam que nunca vi nenhum de vocês, senhores e senhoras, nem sequer pagar ou procurar ser sócio de um clube sem nada a oferecer? Onde estavam frente aos apelos que o clube estava passando por necessidade? Nunca vi nenhum de vocês, corneteiros, irem até o clube pedir para roçar a grama do campo, pintar o estádio, trocar uma lâmpada, rebocar uma parede, limpar o chão e tirar os matos que lá se formam, arrumar os pisos dos vestiários, dos banheiros. Nenhum de vocês foi capacitar o estádio para novas regras de acessibilidade. Nunca vi nenhum de vocês se propor a ajudar de graça. Isso, de graça. Nunca vi nenhum dos senhores e senhoras se prontificar a ajudar a pagar alguma penhora ou ação trabalhista do clube. Por não serem capazes também, acredito eu. E daí ofendem aqueles que estão tentando. Poxa, daí é fácil, né? Falar em grupinhos de zap e redes sociais é mole, mole. Fossem também capazes de ajudar a reverter essa situação a qual chegou. E alegar ignorância que não sabiam vai ficar pior. Porque com o lema "A Luta continua" foi feito vários apelos. Mas como dizem alguns boleiros. Daí não, isso não garotinho, assim não.

Saudosistas e corneteiros 8

Porque muitos dos que acionaram o clube para reivindicar seus direitos não abriram mão para o bem do clube para manter a sociedade viva. Inclusive, muitos advogados que se dizem amigos do clube, não orientaram seus clientes a pegarem mais leve para não levarem o clube no "pau" e chegar a essa situação com ações de R$ 300 mil, R$ 400 mil teve até de quase 800 mil cada. Nunca vi nenhum dos senhores, tão amantes e de uma língua tão afiada em apontar calúnias e difamar com ofensa, ir até o clube para sequer, isso mesmo, nem sequer saber se estava precisando de alguma ajuda. Pergunto eu: por que agora tal preocupação? Com o que se faz ou deixa de fazer? Está tudo documentado, os nomes dos que tiveram seu dinheiro retirado do clube através de acordos trabalhistas, penhoras e ações tributárias e que só interessa aos associados, vou repetir para aqueles que ainda não entendem, somente interessa aos sócios. E que chegaram a mais de R$ 8 milhões, durante todos esses anos. "Ahhh, mas eu não sabia de tudo isso que acontece no clube". Se ninguém se manisfestou pelo clube ou deu alguma satisfação digo como diretor e filho de ex-presidente. Primeiro, talvez, digo talvez, isso não seja mesmo da sua conta e sim da conta dos associados. E se você é curioso e não sabe o que acontece, então não fala porcaria por aí sem saber a verdade, antes de ofender pessoas de bem que sempre ajudaram esse clube por décadas.

Saudosistas e corneteiros 9

Como meu pai já dizia, ajudar ninguém quer. Mas para cornetar, vixi, meu filho, isso tem bastante. E não é que ele tinha razão? Reforço ainda: onde vocês, empresários, ex-jogadores, políticos e politiqueiros, que falam em grupinho e criticam, onde vocês estavam para ajudar? Agora é fácil apontar os defeitos. Por que nunca foram lá para colocarem suas caras para bater e serem responsáveis em alguma coisa útil e de graça? Sei que muitas pessoas que gostavam e gostam do time de futebol da S.E. Palmeirinha sentem essa mudança, sei que muitos estão como eu bem saudosistas e é para vocês que estou explanando um pouco da situação que já foi repetida vezes falada. Sobre todos esses pagamentos,

Saudosistas e corneteiros 10

Então, aos saudosistas como eu, digo que uma fase ou ciclo se encerra. Como muitas outras coisas que, com o decorrer dos anos, se tornam sem interesse de uma comunidade. Algo como um clube de futebol profissional que pouco se traz de lucro financeiro para os clubes, principalmente em cidades do interior e pelo Brasil, e vemos isso acontecer com clubes bem grandes exatamente isso que aconteceu com a SE Palmeirinha. Vemos hoje, em Porto Ferreira, vários empresários do ramo do futebol montando suas empresas da modalidade, ótimos profissionais por sinal. Fica a dica aos corneteiros, que colocam sua ira em ofender e esbravejar em suas injúrias, apoiem essa nova modalidade de empresa. Porque sei de alguns desses profissionais que estão sempre envolvidos nisso, procurando parcerias e apoio. Está aí a chance de aproveitarem para ajudar. Façam isso, ajudem. Você que corneta o que os que fazem ou deixam de fazer, para vocês que não têm nada a ver com a situação e nem sabem o que falam, parem para pensar nisso. Em ajudar, ao invés de cornetar.

Saudosistas e corneteiros 11

Mas, a quem possa interessar, o clube continua muito bem e com sua sede patrimonial, a parte interna do campo, livre de dívidas, procurando manter ainda o que resta de um passado glorioso a seus associados. Associados esses que estão decididos a manter o clube, horando com pessoas boas e honestas, assim como aqueles que fizeram parte por tantos anos. Todos que passaram por lá deixaram sua marca e seu suor e que não devem ser tratados por esses corneteiros como algo que eles nunca deram ou serão capazes de dar valor, a não ser o de desmoralizar as pessoas que sempre se dedicaram pelo clube gratuitamente. Isso mesmo, GRATUITAMENTE mesmo. Sem tirar um centavo sequer daquele clube, só foi dada dedicação de suas vidas para manter aquilo como um clube ou o que ainda resta dele para alguns.

Saudosistas e corneteiros 12

Sou testemunha fiel de tudo isso, o que meu pai como diretor, presidente e saudosista fez por aquele clube, não vou deixar meia dúzia de corneteiros sujar a honra dele e dos outros que lá passaram e que só ajudaram, cada um de sua forma, acertando ou errando. Por isso se estou sendo muito sincero em minhas palavras e falando o português claro para alguns, é essa verdadeira razão. Sujar e ofender todos que passaram e estão lá há dezenas de anos é no mínimo uma falta de respeito, conhecimento dos fatos, falta de empatia e de uma ignorância sem tamanho. Então, seja sensato. E veja quem você é nesse momento, um associado com direitos, um corneteiro, um saudosista ou apenas um curioso cheio de inverdades impulsionados por pessoas mal-intencionadas e vista a carapuça da forma que desejar.

Mas pensem bem. Fica a dica.


Sessão

A Câmara Municipal de Porto Ferreira, por meio de seus vereadores, realizou, na noite de segunda-feira (04/07), a 24ª Sessão Ordinária. A reunião serviu para votar projetos importantes para a municipalidade e para discutir temas de interesse público. Quatro projetos de lei, um projeto de lei complementar e uma emenda modificativa foram votados e aprovados.

Quadro de pessoal

Destaque para o Projeto de Lei Complementar nº 09/2022, que altera e cria dispositivos na Lei Complementar que dispõe sobre o quadro de pessoal e evolução funcional dos servidores públicos municipais. Essas alterações fazem a readequação profissional dos cargos de enfermeiro, técnico em enfermagem e auxiliar de enfermagem.

Moções

Além dos projetos, os vereadores aprovaram três moções, todas de autoria do presidente da Câmara, vereador Alan João (PSD). A primeira foi em repúdio ao ato de violência praticado pelo procurador Demétrius Oliveira Macedo contra a procuradora-geral do município de Registro, Dra. Gabriela Samadello Monteiro de Barros. As duas outras parabenizam ações municipais, como a apresentação do ballet municipal no Festival Valinhos em Dança e a realização do Skate Contest Porto.

Requerimentos

Entre as matérias apresentadas, foram aprovados os 21 requerimentos e as 45 indicações tiveram despacho favorável. Os parlamentares discutiram sobre atendimentos às crianças com transtorno do espectro autista, estacionamento rotativo e os repasses do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

Ninguém acompanha 1

O vereador João Lázaro Batista (PSDB) fez um desabafo durante a palavra livre no final da sessão. Reclamou que ninguém acompanha os trabalhos dos vereadores. Mas, na hora de cobrar alguma coisa, aparece um monte de gente. Para "provar" o que estava falando, abriu o celular e mostrou que naquele momento apenas 10 pessoas estavam assistindo à sessão pelo Facebook.

Ninguém acompanha 2

A gente não consegue os dados de visualizações no Facebook, mas esta sessão de segunda-feira, por exemplo, teve 16 curtidas, um comentário e dois compartilhamentos. Na semana passada, 11 curtidas, nove comentários e dois compartilhamentos. Uma ou outra tem um pouco mais de engajamento.

Ninguém acompanha 3

O vereador João Lázaro tem razão. Eu chutaria que mais de 95% da população não sabe o que se passa no cotidiano do Legislativo. O que é discutido e apresentado sessão a sessão. Mas, verdade seja dita, sempre foi assim. A sorte dos vereadores é que as redes sociais ajudam muito nesse trabalho de divulgação, mas, mesmo assim, é algo ainda limitado e de pequena abrangência, se comparado ao total de habitantes/eleitores/contribuintes.

Ninguém acompanha 5

É algo que acontece com certa similaridade no próprio jornalismo. A não ser quando a notícia é muito ruim ou muito boa, não gera grande repercussão e muita gente não fica sabendo, embora são fatos importantes e que contribui de alguma forma com a sociedade.

Ninguém acompanha 6

Para o político que é atuante e trabalha bastante, a falta de conhecimento do público sobre as ações feitas e a falta de penetração da informação na sociedade não é algo bom, pois nivela o bom político ao mau. Para aquele político que não faz nada, já é outro caso.


Acompanhantes Goiania