Twitter libera criação de salas no Spaces para usuários com mais de 600 seguidores

Twitter libera criação de salas no Spaces para usuários com mais de 600 seguidores
Fun√ß√£o permite se reunir em salas de √°udio, em formato similar ao do concorrente. Op√ß√£o de criar salas ainda é limitada. Twitter Spaces s√£o salas em √°udio na rede social.

Divulgação/Twitter

O Twitter anunciou nesta segunda-feira (3) que usuários com 600 seguidores ou mais estão habilitados para a criação de salas no Spaces.

Até ent√£o, esta a√ß√£o era restrita a certos usu√°rios, enquanto os outros podem ser apenas ouvintes. Para quem tem menos usu√°rios que o determinado, ainda n√£o é possível a cria√ß√£o de ventos.

"Com base no que aprendemos, essas contas [com 600 seguidores ou mais] provavelmente ter√£o uma boa experiência de hospedagem devido ao público existente. Antes de trazer a capacidade de criar uma sala para todos, estamos focados em algumas coisas", disse o Twitter, em comunicado.

O "Spaces" é um recurso no Twitter, lan√ßado em dezembro passado. Nele, usu√°rios criam salas de √°udio para bater papo ou reunir uma plateia em tempo real.

A ideia é muito similar ao Clubhouse, aplicativo exclusivo para iPhone que disparou em interesse no início deste ano e permite conversas apenas por √°udio.

Saiba mais: O que é Clubhouse

Como funciona o Twitter Spaces?

As pessoas podem entrar no "Spaces" do Twitter por meio de link compartilhado (via tuítes ou mensagens diretas) ou pela barra dos Fleets (stories da plataforma) quando o contato estiver com o círculo roxo ao redor da foto.

Para falar com as outras pessoas, é preciso que o criador da sala autorize – por enquanto, no m√°ximo 10 pessoas podem falar ao mesmo tempo.

J√° o número de espectadores é ilimitado, mas quem controla o espa√ßo pode remover, denunciar e bloquear outras pessoas.

As conversas em √°udio n√£o ficam gravadas para que as pessoas possam ouvir depois, mas a plataforma diz manter uma cópia por 30 dias para analisar viola√ß√Ķes das Regras do Twitter.

O Twitter diz que "est√° trabalhando para oferecer a todas as pessoas a capacidade de criar Spaces" no Android e iPhone em breve.

Sala do Twitter Spaces.

Divulgação/Twitter