Cobertura na rede de Atenção Básica de Saúde salta de 58% para 84% da população na atual Administração

Por Redação JP em 14/02/2020 às 18:49:00

A Secretaria de Saúde de Porto Ferreira vai divulgar na audiência pública quadrimestral de prestação de contas, que acontece na próxima quinta-feira (20/02), um dado muito importante sobre a cobertura da Atenção Básica.

De acordo com números oficiais do Ministério da Saúde, a cobertura passou de 58,89% da população, em 2016, para 84,54%, no ano passado. Em números absolutos, isto significa que a cobertura atingiu mais 14,3 mil pessoas nos 3 anos da atual Administração, totalizando 47,1 mil habitantes assistidos, numa população de 55,7 mil pessoas.

A Atenção Básica ou atenção primária em Saúde é conhecida como a "porta de entrada" dos usuários nos sistemas de saúde. Ou seja, é o atendimento inicial. Seu objetivo é orientar sobre a prevenção de doenças, solucionar os possíveis casos de agravos e direcionar os mais graves para níveis de atendimento superiores em complexidade.

A Atenção Básica funciona, portanto, como um filtro capaz de organizar o fluxo dos serviços nas redes de Saúde, dos mais simples aos mais complexos. No Brasil, há diversos programas governamentais relacionados à atenção básica, sendo um deles a Estratégia de Saúde da Família (ESF), que leva serviços multidisciplinares às comunidades por meio das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), por exemplo. Consultas, exames, vacinas, radiografias e outros procedimentos são disponibilizados aos usuários nas UBSs.

Desde a posse do prefeito Rômulo Rippa, algumas iniciativas promovidas pela Secretaria de Saúde foram responsáveis pela melhoria dos indicadores oficiais. O programa UBS Noturna, atualmente em quatro Unidades de Saúde da Família (USFs), e também a ampliação do programa de Estratégia de Saúde da Família (ESF). Somente neste último, o aumento de atendimentos passou de 17,2 mil pessoas, em 2016, para 27,6 mil, no ano passado.

A nova metodologia do índice de cobertura do Ministério da Saúde passou a vigorar em 2007. Do seu início até o ano de 2016, ou seja, em uma década, a variação na cobertura em Porto Ferreira foi pequena. Começou atingindo 55,37% da população, oscilou negativamente até 33,04% (2011), e no período anterior ao atual governo chegou a 62,03% em 2015, caindo novamente em 2016 (veja gráficos).

Ao receber os números esta semana, o prefeito Rômulo Rippa elogiou o trabalho desenvolvido na área da Saúde. "Na pessoa da secretária Vera Visolli, quero cumprimentar a toda equipe e aos nossos servidores pela dedicação, responsabilidade e empenho em conseguir, em tão pouco tempo, atingir uma melhoria significativa na cobertura da Atenção Básica e assim garantir mais qualidade no atendimento de nossa população. Isto vem ao encontro de nossa proposta de governo de reforçar os trabalhos de prevenção porque, como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar", comentou.

A audiência pública de prestação de contas da Saúde acontece na próxima quinta-feira (20/02), às 18 horas, no plenário da Câmara Municipal.

Fonte: Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cavaliani

Comentários