Agência Reguladora de Porto Ferreira divulga relatório de atividades realizadas em 2019

Por Redação JP em 13/02/2020 às 16:38:00

A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Município de Porto Ferreira (ARMPF) divulgou esta semana um relatório de diversas atividades realizadas durante o ano de 2019.

A ARMPF é o órgão responsável em fiscalizar e defender os interesses dos consumidores de serviços concedidos. Em Porto Ferreira, empresas privadas detêm as concessões dos serviços públicos de água e esgoto, transporte coletivo, estacionamento rotativo e terminal rodoviário.

A Agência fiscaliza as concessões e garante a qualidade dos serviços públicos prestados, além de zelar pelo equilíbrio econômico-financeiro dos contratos. Cabe ainda à ARMPF, além de outras atividades de sua competência, acompanhar os processos de reajuste, revisão e definição de tarifas para os serviços por ela regulados.

Ouvidoria

A Ouvidoria é uma das principais atividades da ARMPF. É por esse instrumento que o cidadão faz suas reclamações.

A concessionária de água e esgoto, BRK Ambiental, foi a empresa que mais recebeu reclamações na Ouvidoria em 2019, num total de 128 ocorrências. Destas, 119 foram solucionadas.

A maior parte das ocorrências contra a BRK foram por excesso de consumo sem motivo aparente, exigência desnecessária de instalação de caixa padrão em residência já com hidrômetro e aplicação indevida de multa.

A concessionária de transporte público, a Transporto, foi alvo de 18 ocorrências, sendo todas solucionadas. As reclamações foram por descumprimento de horário, comportamento de motoristas e defeitos em ônibus.

Já a empresa responsável pelo estacionamento rotativo, Zona Azul Brasil, teve 8 ocorrências registradas, sendo cinco solucionadas. As reclamações foram sobre autuação e aplicação de multas por falhas dos agentes e defeitos nos parquímetros.

O terminal rodoviário não teve nenhuma queixa registrada.

No geral, 90% das ocorrências assistia razão aos reclamantes. Foram instaurados 32 processos recursais, dos quais 15 foram decididos favoravelmente aos recorrentes, e 17 contrários.

Advertências e fiscalização

A Divisão Administrativa da ARMPF aplicou diversas notificações de advertência às empresas concessionárias. Elas são resultado tanto das reclamações que chegam à Ouvidora, como também do trabalho de rotina de fiscalização dos agentes.

A empresa BRK Ambiental recebeu 9 notificações no ano passado, seguida pela Transporto (3) e terminal rodoviário (1). Ao todo foram 326 processos administrativos e 443 ofícios expedidos.

O relatório aponta também a quantidade de vistorias e fiscalizações realizadas pelos agentes da ARMPF. O serviço que mais recebeu vistorias foi o transporte público, com 414. Em seguida vieram a água e esgoto (98), estacionamento rotativo (63) e terminal rodoviário (45).

Essas vistorias são por motivos diversos, desde a verificação de denúncias, fiscalização de equipamentos, de limpeza e conservação etc.

Os cidadãos que possuem alguma queixa dos serviços concedidos podem procurar a ARMPF, localizada à rua Dr. Carlindo Valeriani, 303, Centro; pelo telefone (19) 3585-7225; ou ainda pelo e-mail [email protected] .

Fonte: Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

Cavaliani

Comentários