Comitê do Senado dos EUA planeja intimar CEOs de Google, Facebook e Twitter

Comitê do Senado dos EUA planeja intimar CEOs de Google, Facebook e Twitter
Audiência discutir√° imunidade legal que empresas de tecnologia possuem quando se trata de responsabilidade sobre o conteúdo publicado por usu√°rios. Mark Zuckerberg, presidente-executivo do Facebook, depondo no Senado em 2018. Na ocasi√£o, ele respondeu sobre o vazamento de dados de 87 milh√Ķes de pessoas pela consultoria política Cambridge Analytica.

REUTERS/Leah Millis

O Comitê de Comércio do Senado dos Estados Unidos vai intimar os presidentes-executivos do Twitter, Google, da Alphabet, e do Facebook se eles n√£o concordarem em depor em uma audiência em outubro.

A audiência discutir√° uma imunidade legal, conhecida como Se√ß√£o 230, que as empresas de tecnologia possuem quando se trata de responsabilidade sobre o conteúdo publicado por usu√°rios.

O presidente Donald Trump tornou o foco de seu governo a responsabilização de empresas de tecnologia por supostamente sufocar vozes conservadoras.

Como resultado, os apelos por uma reforma da valiosa imunidade legal têm se intensificado antes das elei√ß√Ķes, mas ela tem poucas chances de ser aprovada pelo Congresso este ano.

O comitê emitir√° intima√ß√Ķes se as empresas de tecnologia n√£o concordarem em comparecer diante do painel até a noite de quinta-feira (24), confirmou uma porta-voz do presidente do comitê, Roger Wicker, à Reuters.

Na última quarta-feira, Trump se reuniu com 9 procuradores-gerais estaduais republicanos para discutir o destino da Se√ß√£o 230, depois que o Departamento de Justi√ßa revelou uma proposta legislativa com o objetivo de reformar a lei.

"Nos últimos anos, um pequeno grupo de poderosas plataformas de tecnologia aumentou seu controle sobre o comércio e as comunica√ß√Ķes na América", disse Trump a repórteres após a reuni√£o.

"Todos os anos, inúmeros norte-americanos s√£o banidos, colocados na lista negra e silenciados por meio da aplica√ß√£o arbitr√°ria ou maliciosa de regras que est√£o em constante mudan√ßa", acrescentou.

Veja os últimos vídeos sobre tecnologia no G1