O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou na segunda-feira (29) a criação de um batalhão Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), em Ribeirão Preto (SP). A implantação está prevista para acontecer em outubro deste ano.
Também foi confirmada a construção da nova sede do Centro de Operações da Polícia Militar (Copom). Doria esteve em Ribeirão Preto para participar da Agrishow, maior feira de tecnologia para o agronegócio do país.

Na chegada à cidade, o governador participou de uma cerimônia para a entrega das obras de melhorias na pista do Aeroporto Leite Lopes. Doria comentou ainda sobre o processo de privatização envolvendo 23 aeroportos regionais, que deve ter início no segundo semestre de 2019.
“Todos os novos investimentos no aeroporto serão feitos pelo setor privado, e não mais pelo setor público. Nós complementamos o que estava programado, não interrompemos nada. Mas no segundo semestre, começa o processo de privatização. No primeiro lote, provavelmente, já estará o aeroporto de Ribeirão Preto”.
Durante a campanha eleitoral, Doria prometeu ampliar o número de batalhões especiais de 5 para 22 no estado. O Baep é uma unidade especializada de combate ostensivo ao crime.
Eleito, o governador chegou a afirmar em entrevista à TV Globo que Ribeirão Preto seria a primeira cidade a ser contemplada, o que não aconteceu. A declaração foi dada no contexto do ataque à empresa de valores Brink’s, ocorrido na madrugada de 29 de outubro. Antes de Ribeirão Preto, o governador entregou batalhões em Presidente Prudente, São José do Rio Preto e na capital.
Agora, Doria afirmou que o processo de treinamento da tropa no padrão da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota) terá inicio imediatamente. A capacitação consiste em atividades relacionadas ao patrulhamento tático, ao gerenciamento de crises, negociação com reféns e busca e localização de artefatos explosivos.
Ao todo, 268 policiais militares atuarão no batalhão especial e contarão com o apoio de 30 viaturas. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), o novo Baep vai atender a 93 municípios, o que corresponde à população de 3,7 milhões de moradores.
Para o novo Copom, o governo do estado prevê o investimento de R$ 20 milhões. Outros R$ 15 milhões serão usados para a infraestrutura tecnológica da unidade. A sessão pública para abertura da licitação acontece no dia 8 de maio.
Fonte: G1

0
0
0
s2sdefault