Todas as vezes em que se fala de patrimônio sempre a mesma pergunta paira sobre a cabeça de várias pessoas: bens materiais. Mas e os bens imateriais, aqueles que vivem na lembrança das pessoas, que são mantidos através de instituições e outros patrimônios, normalmente mantidos por iniciativas governamentais ou um grupo de pessoas que decidem manter determinado bem para que toda a sociedade usufrua e possa fruir de todo acervo cultural preservado e mantido por aquela organização.

Pois bem, falemos então do Grêmio Ferroviário Ferreirense, sua memória deve ser preservada e propagada a todos pois um povo se constitui através de sua história e só se considera instruído e culto se sua memória estiver ativa. Culto, utilizado aqui significa aquele que tem sua cultura preservada e passada de geração em geração, como a cultura oral transmitida há séculos, através de descendentes.
Na última semana tivemos uma excelente iniciativa do dr. Evandro Carniato e do radialista Paulo Carvalho, os quais proporcionaram a todos os descendentes e até associados do grêmio Ferroviário que pudessem compartilhar histórias, prestar depoimentos e reavivar aquelas lembranças de tempos idos que eram muito ricos em atividades culturais, como por exemplo o cine grêmio que por muitos anos contribuiu para que a população ferreirense pudesse ter acesso à sétima arte.
Parabenizamos a todos pela iniciativa deste resgate, o que é de suma importância nos tempos atuais em que a maioria das pessoas se preocupa com o ter e não com o ser, ser mais humano, ser mais conhecedor das maravilhas artísticas, ser mais engajado em ações sociais que beneficiem a um maior número de pessoas.
Quando falamos em EDUCAÇÃO, é disso também que falamos, educar o olhar, o bom senso e, principalmente, manter viva nossa história.
Viva o cine grêmio, a memória dos ferroviários e que mais e mais associados, herdeiros e pessoas realmente ocupadas com o ofício do bem manter a cultura viva possam se reunir novamente no próximo dia 07 de dezembro, ocasião em que compartilharemos ainda mais todo este vigor de uma época que foi de ouro para nossa cidade.
Parabéns a todos pela iniciativa e contamos com toda população neste projeto cultural.
Salve Porto Ferreira, doce rincão que aos filhos traz orgulho!

 

 

0
0
0
s2sdefault