Reajuste 1
Estava marcada para esta quinta-feira (7) a assembleia dos servidores municipais junto ao Sindicato da categoria para discutir a proposta de reajuste dos salários para este ano. Como esta coluna fechou antes, não posso opinar no momento sobre o que foi oferecido e o que foi decidido. Mas, ao contrário do que disseram por aí (embora acho que pouca gente lê), as discussões estão seguindo o rito de todos os anos.

Reajuste
Parece que os números que o vereador Professor Sérgio Rodrigo de Oliveira disse em programa de rádio que as perdas salariais no governo Rômulo Rippa já acumulam 6%, pois nem a inflação teria sido repassada. Em 2018 o reajuste foi de 3%, contra inflação de 2,95%, e mais R$ 30 no auxílio alimentação. No final do ano passado, o prefeito ainda concedeu mais R$ 50 no salário para as categorias de menor faixa salarial, o que rendeu até 5% de aumento real. Talvez o Professor Sérgio esteja falando do primeiro ano do governo Rippa. Mas mesmo aí os números não estão batendo. Tudo isso já publicado nesse semanário. No início de 2017 o prefeito ofereceu 3% de reajuste, mais R$ 20 no auxílio alimentação, contra uma inflação de 6,29%. Lutar por melhores salários para os servidores é totalmente legítimo e saudável. Ser oposição é mais saudável ainda. Mas disparar números errados pode ter efeito contrário. Fica a dica.

Carnaval
Porto Ferreira teve mais um Carnaval de rua quase 100%. Digo “quase” porque no final da última noite, pra variar, uma meia dúzia resolveu fazer baderna e atacou lojas comerciais. Como sempre, a Polícia Militar presente acabou com a farra dos marginais. Isto não pode estragar o brilho da festa, que foi tranquila, com muitas famílias e pessoas de todas as idades brincando na avenida. E parabéns para o efetivo policial, em grande número na região dos desfiles e também na ronda dos bairros.

Protesto 1
O tradicional Bloco do O Boi, o popular Boizão, fez um protesto na última noite do Carnaval, durante o desfile oficial. Quando chegou na rua Luiz Gama, antes do palanque, deu um pinote pra cima. Assim, quem estava no palanque não viu o Boizão, que também ficou sem troféu de participação.

Protesto 2
Não sei os motivos do protesto, mas o que correu nos bastidores foram duas versões. A primeira, é que nem o prefeito Rômulo Rippa, nem o vice Dr. Saldanha estavam presentes no palanque. Tinha apenas vereador. Já outra versão – e parece ser a mais verossímil – diz que o bloco estaria descontente por não ter recebido verba oficial da Prefeitura este ano. E nem “extraoficial”. Vale dizer que para receber verba oficial o bloco deve ter CNPJ regular, coisa que só o Bloco Infanto Juvenil teria na cidade.

Mato queimado
Antigamente no Carnaval pairava um cheiro de lança perfume no ar. Hoje em dia o que predomina é o cheiro de mato queimado, se é que vocês me entendem. Este foi um dos pontos de maior reclamação por parte da população durante o Carnaval. Mas isso não é “privilégio” de Porto Ferreira não. É em todo lugar.

Novo deputado
A região agora conta com um novo deputado estadual, o advogado Júlio César (PR), de São Carlos, que também é professor de Direito na Universidade Brasil, em Descalvado. Júlio César era vereador em São Carlos, o mais votado das últimas eleições, e estava presidindo a Câmara daquela cidade. Candidatou-se a deputado estadual, teve uma boa votação (30 mil votos), mas não conseguiu uma cadeira. Agora assumiu a cadeira do deputado Carlos Bezerra Junior (PSDB), que se licenciou do mandato para assumir a Secretaria Municipal de Esportes da Prefeitura de São Paulo. Mas Júlio César fica no cargo de deputado por apenas 38 dias. Assim, criou o slogan “40 meses em 40 dias”, e vem recebendo muitas demandas da região.

SP-215
Um dos pedidos recebido por Júlio César foi de vereadores de Descalvado, que querem melhorias no trecho da SP-215 que vai de Porto Ferreira a São Carlos. “Sabemos que a duplicação dessa rodovia vai demorar, porém, precisamos de investimentos urgentes. A implantação de terceiras faixas para dar mais segurança aos motoristas, principalmente, aos alunos das Universidades, tanto de quem vai para São Carlos quanto de quem vem para Descalvado. Temos muita gente perdendo suas vidas”, relatou Júlio Cesar ao portal São Carlos Agora.

Pedágio
Outro assunto discutido entre o deputado e os vereadores de Descalvado foi sobre o pedágio existente no trecho Porto-São Carlos. “Há uma particularidade, o pedágio cobrado de Descalvado a Porto Ferreira é preço cheio (de Porto a São Carlos), ou seja, a distância entre os municípios é de apenas 15 km, mas os usuários pagam para ir e voltar nesse trecho”, enfatizou. “Problema não é nem tanto pagar, mas não tem investimento que deveria ter”, completou.

Quem manda
Piada do humorista Tutty Vasques sobre as tuitadas do presidente Jair Bolsonaro durante o Carnaval, quando postou um vídeo pornográfico: “Jair Bolsonaro aproveitou o Carnaval para mostrar a seus filhos quem é o grande ignóbil da família. Precisava mesmo dar um limite aos meninos!”.

Çorta o Burro
Foi só cogitar que ia publicar uma matéria desabonadora do patrão de uma escriba medíocre que o empregado do empregado já saiu em defesa, olha sem ter sido publicado ainda. Agora imaginem o que vão dizer e rosnar. Mas.... Política é política né! Como esse seu cão sarnento já traiu tantos donos e políticos, você será traído também. Isso você pode ter certeza, caro pássaro de bico longo, com certeza. é só parar de dar o cascalhinho, o faz me rir que você verá. Assim como tantos outros donos ele fez e faz. Coloque-o na coleira antes que seja tarde. Fica a dica.

 

 

 

0
0
0
s2sdefault