Segundo informações que correram em redes sociais na noite de ontem (18) e confirmadas pelo Jornal do Porto, a partir de 4 de janeiro logradouros de Porto Ferreira, como ruas e avenidas, terão CEPs (Códigos de Endereçamento Postal) próprios. Assim como já acontecem em muitas cidades do país. Ao todo serão 680 CEPs diferentes no município. Algumas ruas e avenidas terão mais de um CEP (veja na tabela no final da matéria).

O prefeito Rômulo Rippa, procurado pela reportagem, confirmou o projeto de Cepeamento. Ele lembrou que a proposta vinha sendo debatida desde ano passado com o então presidente nacional dos Correios, Guilherme Campos, que é do seu partido (PSD).
O projeto de Cepeamento de todas as ruas de Porto Ferreira permitirá, segundo Rippa, uma maior agilidade nos serviços de entrega de correspondências e mercadorias, entre outros benefícios.
Para realizar o Cepeamento foi feito um levantamento de ruas, codificação de logradouros e de bairros para implantar o novo sistema, o que agilizará a entrega de mercadorias e correspondências. Assim, cada rua e avenida passará a ter um CEP específico a partir de janeiro.
“A principal vantagem do Cepeamento por rua é que a carga já vem separada por faixa de CEP, reduzindo o tempo de tratamento da carga e aumentando capacidade de distribuição. Em outras palavras, diminui o tempo entre a chegada da carga até a entrega no endereço da pessoa”, explicou Guilherme Campos em reportagem publicada pela Assessoria de Comunicação da Prefeitura em 2017.
Veja abaixo a relação dos logradouros e CEPs:

 

 

 

 

 

0
0
0
s2sdefault