Funcionando no Galpão Permanente de Exposição e Eventos Luiz Antônio Camarotti, ao lado da antiga estação ferroviária da Fepasa, a Feira Livre Municipal completou no último domingo (18) os primeiros 8 meses de funcionamento. Neste período, a Feira se consolidou como uma opção de comércio e lazer para o público ferreirense e turistas.

Dezenas de feirantes oferecem nas manhãs de domingo os mais variados produtos e recebem aqueles que desejam desfrutar bons momentos com toda a família e amigos.
O local conta com uma praça de alimentação com barracas de lanches, churrasco, pães e doces caseiros, pastel, caldo de cana, chope, hortifruti, artesanato, recreação para as crianças, shows ao vivo, tem entrada gratuita e, claro, virou ponto de encontro de muitas pessoas.
O trabalho para montagem da Feira Livre teve início em 2017, tendo à frente a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Prefeitura. Após reunir os interessados, em janeiro foi aprovado o regimento interno. Depois disso, faltavam apenas alguns detalhes para o início das atividades, como a necessidade da infraestrutura necessária para a realização da feira, que ia desde a aquisição de uma barraca padronizada para a participação, até a utilização de jalecos, tocas e outros acessórios. Todos esses produtos, inclusive, foram produzidos em empresas da cidade, como forma também de valorizar os negócios locais.
Os feirantes se organizaram para cumprir os requisitos mínimos para participar da feira e marcaram a data de início para 18 de março, para dar tempo suficiente de todas as barracas e acessórios ficarem prontos, além de sortearem a localização do espaço de cada participante.
Agora no mês de setembro os empreendedores que participam da Feira Livre tiveram uma reunião com representantes da Prefeitura para constituir a Associação dos Feirantes de Porto Ferreira, com o objetivo de dar maior suporte e organizar ações para a categoria.
Outros temas abordados foram a ampliação da oferta dos produtos vendidos, a manutenção da limpeza do espaço, a criação de uma agenda de atividades culturais na feira, a implantação de produtos certificados pelo SIM (Sistema de Inspeção Municipal), e o apoio publicitário por parte da Prefeitura.

0
0
0
s2sdefault