Em sessão realizada no último dia 24 de abril, o Tribunal de Contas do Estado (TCE), pelo auditor Antônio Carlos dos Santos, julgou regulares as contas do exercício de 2009 do Instituto de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Porto Ferreira (Portoprev).

A fiscalização do TCE havia feito diversos apontamentos com relação à prestação de contas do instituto previdenciário, que vinha no período de 2006 a 2008 tendo suas contas aprovadas com ressalvas. O superintendente à época, Fabio Rodrigo Pinheiro, encaminhou defesa rebatendo os apontamentos e estes foram aceitos.
Vale registrar que há quase um mês a Polícia Federal cumpriu um mandado de busca e apreensão na sede do Portoprev. Os agentes levaram documentos referentes a fundos contratados nos anos de 2009 a 2012 pelo instituto, por suspeita de irregularidades. Em entrevista exclusiva ao Jornal do Porto, a Diretoria Executiva do Portoprev falou sobre a operação na ocasião.
No mesmo dia da operação da Polícia Federal, foi presa a presidente da Gradual Investimentos, Fernanda Lima, e outros executivos da corretora que tem contrato com o fundo ferreirense.

0
0
0
s2sdefault