Invasão dos chamados “noias” causa apreensão; Prefeitura diz que estuda parceria
Moradores do Jardim Santa Marta entraram em contato com a Redação do Jornal do Porto para denunciar as condições em que se encontra o Centro de Lazer Esportivo José Antônio Gomes, uma quadra comunitária localizada no bairro e que também abriga um campo de futebol de terra.

Segundo os moradores, o local está sendo invadido por desocupados, viciados em drogas – os chamados “noias” –, resultando em vandalismo das instalações da praça de esportes pública. Lembrando que o local foi revitalizado em 2016, com recursos do Governo Federal, quando recebeu obras de cobertura, vestiários, pintura, muros, acessibilidade e outras melhorias.
Em visita ao local, a reportagem flagrou portas danificadas, portões arrancados, depredações e pichações. Ou seja, boa parte do investimento na revitalização do local foi perdida. “A gente tem medo porque ali pode ter bandido se escondendo, causa muita insegurança pra gente”, comentou uma moradora.
Procurada, a Prefeitura disse que desde o início de 2017 tem organizado escolas de base de diversas modalidades esportivas no local, como forma de afastar os viciados e depredadores. Porém, os atos de vandalismo prejudicaram o uso do equipamento.
A Prefeitura também informou que não possui condições de viabilizar a vigilância da quadra 24 horas, e que estuda a possibilidade de uma parceria público privada para a cessão do espaço e sua manutenção.

 

0
0
0
s2sdefault