A Caixa Econômica Federal (CEF) reabriu na terça-feira, 2, a linha de financiamento habitacional Pró-Cotista. A modalidade já está disponível para os clientes que atenderem aos critérios estabelecidos pelo Conselho Curador do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). A linha poderá bancar 80% do valor de imóveis novos avaliados em até R$ 950 mil. No caso de usados, até 70%.

Para se enquadrar na modalidade, os proponentes devem comprovar um período mínimo de 36 meses de trabalho sob o regime do FGTS (não necessariamente consecutivos) ou saldo em conta vinculada de pelo menos 10% do valor da avaliação do imóvel. Eles também não podem ser proprietários de imóvel no município (ou região metropolitana) onde moram ou trabalham, nem possuir financiamento no Sistema Financeiro da Habitação (SFH) em qualquer parte do país.
Destinada a trabalhadores com conta no FGTS, a linha Pró-Cotista tem a taxa de juros mais baixa do mercado: varia de 7,58% a 8,66% ao ano. Em 2017, a linha emprestou R$ 6,1 bilhões, mas este ano o valor disponibilizado é de R$ 4 bilhões. (Do portal da CEF com Correio Braziliense)

 

0
0
0
s2sdefault
Panfletos