Aconteceu no último domingo (28), o 2º. Encontro de Palmeirenses de Porto Ferreira e região. O jogo e a festa, assim como no primeiro encontro que contou com a participação do Divino Ademir da Guia, foi realizado na Sociedade Cultural de Porto Ferreira – Clube de Campo das Figueiras.
O encontro este ano contou com a participação de Evair, Elzo e Mirandinha. Os três jogaram com a camisa do alvi verde do Parque Antártica.

Evair iniciou sua carreira no Guarani de Campinas, chegou a seleção brasileira em 1987 e se transferiu a Atalanta da Italia. Jogou alguns anos ao lado do argentino Caniggia e se transformou em ídolo no clube italiano pelos gols e forma de atuar. Em 1991 se transferiu para o Palmeiras, mas seu ápice profissional foi em 1993 quando fez o gol que sacramentou o título de campeão paulista sobre o arquirrival Corinthians, no inesquecível 12/06/93, data em que se encerrou a fila de 17 anos sem títulos. Foi autor de um dos gols da final da Libertadores de 99, ano em que o verdão conseguiu seu primeiro e único título intercontinental.
Elzo, nascido em Serrania-MG, com 58 anos, iniciou sua carreira no Ginásio Pinhalense e logo foi contratado pela Inter de Limeira, seu primeiro clube de elite do futebol na época. Em 1981 foi contratado pelo Atlético Mineiro. Graças as suas boas atuações no clube mineiro, o levaram a ser convocado pelo então técnico da Seleção Brasileira Telê Santana para Copa de 86 no México. Elzo além de ter atuado como titular na Seleção, foi eleito pela Fifa como um dos destaques do torneio e figurou ao lado de Maradona e Platini na seleção da copa. Em 1989, se transferiu para o Palmeiras e atuou no clube até 1991. Mirandinha, nascido em Chaval-CE, revelado pelo Ferroviario de Fortaleza, com passagens pelo Botafogo-RJ e Náutico, chegou ao Palmeiras em 1986. Tinha o apelido de “fominha” devido a sua gana de fazer gols e digamos, de não tocar a bola na cara do gol. Na semifinal daquele ano, fez dois gols contra o Corinthians e que levou o alvi verde a uma final do campeonato estadual depois de 10 anos de ausência. Suas boas atuações no verdão o levaram a seleção brasileira. Em um amistoso em 1987 na Inglaterra, graças a um gol realizado neste jogo, o fez ser contratado pelo Newcastle e passou a ser o primeiro brasileiro a jogar na Premier League.
Contando com a presença de um grande público, associados e convidados confraternizaram em evento que era direcionado aos torcedores palmeirenses, mas contou com torcedores de todos os times e de todas as idades. Evair, dando um show de simpatia, promoveu o show do intervalo. Pegou o microfone do evento e fez uma disputa de cobrança de pênaltis no intervalo da partida. Pênalti inclusive era uma das suas especialidades. Em jantar na noite anterior com os organizadores, fez algumas confissões: que já perdeu alguns pênaltis e que o primeiro deles foi quando jogava pela Portuguesa de Desportos; que o seu gol mais importante da carreira foi o pênalti batido contra o Corinthians na final do Paulista de 93; e o melhor técnico que o dirigiu foi Vanderlei Luxemburgo.
O jogo terminou com placar de 6 a 3 para equipe verde contra a equipe verde, mas o resultado foi o que menos importou, já que a emoção que tomou conta de todos pelos momentos ao lado dos ídolos do futebol foi a grande conquista do evento.
Os organizadores Maurinho Bruno Eventos e Beto Ribaldo agradecem o presidente Caio Mantovani e toda a diretoria do Clube de Campo, Jornal do Porto, patrocinadores, jogadores e apoiadores. Sem vocês, a realização do evento não seria possível.

0
0
0
s2sdefault