Na última terça-feira (18) o Solar dos Jovens de Ontem completou 45 anos de existência. A instituição teve início em 18 de setembro de 1973, por inciativa do Lions Clube de Porto Ferreira, com apoio da comunidade em geral e termo em 20 de setembro de 1981, idealizada como uma associação civil de direito privado, com autonomia administrativa e sem fins lucrativos.
O Solar foi inaugurado na gestão de Lia Colussi, como presidente, e Sinésio Dias, vice. O primeiro secretário era Carlos M.R. Ribeiro e a segunda secretária Lilian Braga Ramos. Manoel J. Loureiro Neto era o primeiro tesoureiro e José Artêmio Franceschini, segundo tesoureiro. O diretor de patrimônio, Antônio M. Martins Filho.

Ilustres cidadãos de Porto Ferreira estiveram presentes na inauguração, entre as quais pode-se destacar o então prefeito, Dorival Braga, que muito colaborou para edificação desta instituição.
Desde então o Solar tornou-se uma referência no acolhimento e institucionalização de idosos. Passando por vários processos e gestão, a instituição chegou aos 45 anos com o vigor e espírito de um jovem, ciente que ainda há muita conquista para ser realizada.  Atualmente existem 38 idosos institucionalizados no Solar. Benedita Myrna é a idosa que reside há mais tempo, desde 17 de abril de 1994, e Lydia Schimmack, a mais velha, com 100 anos de idade, nascida em 1918.
Na atualidade, a gestão é composta pelo presidente, Claudemir Humberto Ruy, e os demais diretores: Geraldo Vicêncio, José Covre e Orlando Prezotto. Compõem ainda a liderança da instituição um Conselho Deliberativo e Conselho Fiscal. Há 26 profissionais trabalhando na instituição e é composta pela liderança de uma supervisora administrativa, enfermeira, gerontóloga e um assistente social. Tem entre os seus prestadores de serviços uma nutricionista e fisioterapeuta. 
No entanto, não há como deixar de frisar a dedicação de seus voluntários. Para todos que estiveram fazendo parte de sua história e ainda fazem, há o almejo de que a história do Solar sirva de esperança para conduzir todos ao melhor estágio da vida. Que o amor, a solidariedade e a união possam produzir em todos que compõem sua história um verdadeiro espírito de bem-estar social e qualidade de vida.
E que, haja na alma desta instituição, a essência de uma criança para aprender todos os dias a realizar os melhores passos de soberania e um espirito de um professor, para ensinar lições a perpetuar nas lembranças daqueles que construíram sua história com amor, dedicação, alegria, fraternidade e companheirismo. Afinal, o Solar dos Jovens de ontem já realizou em Porto Ferreira uma história que estará sempre guardada no coração dos cidadãos ferreirenses e assim finalizamos desejando parabéns e longevidade em sua história, com ordem e progresso.

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV