O administrador de empresas e atual presidente do Sindicer – Sindicato das Indústrias Cerâmicas de Porto Ferreira, Luiz Gustavo Burian, de 34 anos, na noite do dia 19 de setembro, esteve presente nos estúdios da Rádio Inovadora FM (89,1), para participar do Programa Noite Inovadora, apresentado por Osni Martins, que vai ao ar todas as quartas-feiras as 20 horas, com transmissão ao vivo pelas redes sociais.

Na pauta da entrevista, foram abordados assuntos relativos ao sindicato e ao setor cerâmico de Porto Ferreira. Gustavo da Cerâmica Burguina, como é conhecido, relatou sua história no setor, sua visão do mercado, sua atuação no Sindicer, como chegou ao cargo de presidente da entidade, e as principais atividades e projetos que estão andamento.
O entrevistado destacou a boa relação que o Sindicer tem com o sindicato laboral da categoria, e a importância de se ter os sindicatos fortes, presentes e representativos, explicando ao público o que significa sindicato laboral e sindicato patronal. “O sindicato patronal representa as empresas, ou seja, as indústrias cerâmicas de nossa cidade, e o sindicato laboral representa os trabalhadores empregados nas indústrias cerâmicas”, esclareceu Gustavo, que fez questão de ressaltar que tanto Sindicer quanto o Sindicato dos Vidreiros e Ceramistas de Porto Ferreira, vem trabalhando pela valorização dos colaboradores, e pelas coerência nas negociações coletivas, o que traz uma harmonização para as relações de trabalho no setor.
Gustavo deu ênfase também para os projetos que vem sendo desenvolvidos em parceria com a Prefeitura, tais como o desenvolvimento do Selo de Localização Geografia e a participação de Porto Ferreira no Salão São Paulo de Turismo, com objetivo de inclusão da cidade na lista no MIT (Município de Interesse Turístico), este último em parceria com empresários locais e a Associação Comercial e Empresarial de Porto Ferreira.
O mandatário do Sindicer frisou ainda a rede de contatos de parcerias do sindicato, a troca de experiência proporcionada pela convivência na entidade, a orientação das empresas no tocante ao descarte de resíduos sólidos, e a realização de workshops, cursos e palestras sobre temas de relevância para as empresas.
A mensagem passada na entrevista por Gustavo, foi a de que não devemos trabalhar apenas para benefício próprio, e sim doarmos nosso tempo também para trabalhar em prol da coletividade em que vivemos.

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV