O prefeito Rômulo Rippa lançou na noite de segunda-feira (11/03), durante a abertura da primeira Mostra do Dia Internacional da Mulher, o Programa de Atenção à Mulher Vitimizada.
O programa, que é coordenado pelas Secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social e Cidadania, visa aperfeiçoar as políticas públicas no âmbito do município para o enfrentamento da violência contra a mulher.

Desta forma, oferece métodos para detectar os sinais e sintomas da agressão, formas de abordagem e acolhimento, avaliação do grau de desorganização da vida pessoal, informações para orientar as mulheres que procuram ajuda nas Unidades de Saúde, realização da notificação dos atendimentos realizados, além do atendimento clínico e, quando necessário, hospitalar.
O programa também estabelece a organização do fluxo para a atenção às mulheres em situação de violência dentro dos órgãos que compõem as Secretarias de Saúde e Desenvolvimento Social e Cidadania.
“Nós pretendemos ser um exemplo na promoção da cidadania das mulheres, principalmente atuando para reduzir a violência de gênero. Agradeço aos esforços da nossa equipe na construção e consolidação deste trabalho, que se configura como ação fundamental na atenção às mulheres ferreirenses que se encontram em extrema vulnerabilidade”, disse o prefeito Rômulo Rippa após a abertura.
Também presentes e compondo a mesa principal do evento estavam o vice-prefeito Dr. Saldanha Leivas Cougo e os secretários municipais Vera Lucia Visolli (Saúde), Mileni Arantes Varisi (Desenvolvimento Social e Cidadania) e Régis Radael Berretta (Cultura).
Outros secretários e servidores, além de convidados e estudantes, também marcaram presença neste primeiro dia de eventos, que ainda teve a apresentação do espetáculo “Ela”, da Escola de Dança Rubiane Burim, trazendo uma mostra de processos criativos e coreográficos que levantam questões sobre o feminino.
Números
Dados de uma pesquisa do Instituto Datafolha divulgados este mês, encomendada pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostram que quase 5 milhões de mulheres foram vítimas de agressão física no último ano no Brasil, sendo que 22 milhões relatam ter sofrido algum tipo de assédio. A incidência de agressão por familiares, conhecidos, vizinhos, companheiros ou ex-companheiros aumentou 25% em relação a 2016, chegando a 76,4% dos casos.
Diante disso, era urgente a necessidade de um programa em nível municipal que estabeleça uma cooperação entre diversos segmentos, para estabelecer políticas públicas de proteção a mulheres e combater a violência doméstica e familiar.
Mostra
A primeira Mostra do Dia Internacional da Mulher tem prosseguimento a partir desta terça-feira (12). Todas as atividades acontecem no Anfiteatro Isaltino Casemiro, a partir das 19h30.
Confira a programação:
Sexta-feira (15/03) - 20h
Espetáculo Nossas Senhoras - Grupo Catarina no Sofá
Espetáculo que transita na música, dança e poesia sobre situações reais em que as mulheres vivem no dia a dia em toda sua vida. Catarina no Sofá é banda formada por: Danilo Hansem (bateria, percussão e vocais); Eduardo Machado (guitarra, violão e vocais); Mateus Feliciano (guitarra, violão e vocais); Ninne Monzani (vocal e percussão); Tiago Pazotto (contrabaixo e vocais). Surge de um som experimental unido a várias vertentes artísticas. Agora, a banda apresenta seu primeiro espetáculo: “Nossas Senhoras”, com direção e concepção visual de Felipe Casati. Esse espetáculo traz todas as músicas do primeiro disco da banda que foi baseado e inspirado em relatos reais de mulheres, aprofundado na prática, na recordação e na memória. Teodora, Carmen, Elza, Jaqueline, Herculano, Francisca e Maria compõem o disco e o show com suas histórias através da música, atuações, dança e poesia – é uma experiência diferente para o público e uma investigação para os integrantes.
Fonte: Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos - Prefeitura de Porto Ferreira

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV