A tradicional Festa do Padroeiro São Sebastião de 2018 tem início nesta sexta-feira (5) e vai até o dia 4 de fevereiro, com extensa programação preparada pelo Santuário Diocesano de São Sebastião e algumas novidades.
Na programação litúrgica, a Grandiosa Novena acontece de 11 a 19 de janeiro. No dia 20 (sábado), Dia do Padroeiro, acontece Missa e Procissão a partir das 16 horas.
A Quermesse será realizada mais uma vez na praça Cornélio Procópio (Matriz), nos dias 5, 6, 7, 12, 13, 19, 20, 21, 26 e 27 de janeiro, 2 e 3 de fevereiro. Lembrando que no dia 20 acontece o Show de Rádio, da Comunidade FM.

Como novidades, este ano acontecem a 1ª Trilha de Bike São Sebastião, no dia 14 de janeiro (domingo), e a 1ª Cavalgada de São Sebastião, no dia 4 de fevereiro (domingo).
História
A fundação da Paróquia São Sebastião aconteceu no ano de 1892, surgindo antes mesmo da fundação da cidade de Porto Ferreira. Durante 100 anos foi a única paróquia da cidade.
A antiga Igreja Matriz, com sua frente voltada para a rua São Sebastião, foi demolida a partir do dia 4 de fevereiro de 1952, para dar lugar a atual Igreja Matriz (elevada a Santuário Diocesano de São Sebastião em 2013).
A Igreja Matriz está localizada na Praça Cornélio Procópio (praça central). Já suas Comunidades - 8 no total - espalham-se pelo território ferreirense.
A Igreja Matriz de São Sebastião tem um valor cultural muito grande para a cidade. Benedito Calixto de Jesus Neto, famoso arquiteto responsável também pelo projeto do Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida em Aparecida (SP), foi o arquiteto responsável por seu projeto. A pedra fundamental foi lançada em 20 de janeiro de 1952. No dia 22 de novembro de 1953, foi realizada a primeira Missa, mas o término da sua construção demorou ainda alguns anos, pois o piso e o relógio foram instalados em julho de 1957, os vitrais em 1958.
Toda a pintura na parede frontal da Igreja Matriz, com cenas da vida do Padroeiro São Sebastião foram pintadas em 1962 pelo artista Antônio Maria Nardi, de Bologna-Itália.
Em 2012, grande foi a alegria para todos os paroquianos da Comunidade: além de completar 120 de existência, em uma campanha motivada pelo pároco atual, padre Luis Fabiano Canatta, o Campanário da Igreja Matriz foi reinaugurado com a colocação de dois novos sinos e a restauração dos três que já existiam. Em celebração presidida pelo pároco, os sinos foram batizados com os respectivos nomes: São Sebastião, Nossa Senhora Aparecida, Nossa Senhora da Assunção, Beato João Paulo II e Bento XVI.
No dia 26 de janeiro de 2012, também fazendo parte das comemorações dos 120 anos da Paróquia, a Igreja Matriz de São Sebastião - um dos patrimônios e cartões postais mais bonitos de Porto Ferreira - foi dedicada durante Missa presidida pelo nosso bispo diocesano.
A partir do dia 24 de novembro de 2013, em Missa presidida por dom Vilson Dias de Oliveira, DC, a Igreja Matriz foi elevada ao grau de Santuário Diocesano de São Sebastião, atendendo a um pedido do pároco Luis Fabiano Canatta, que se tornou o primeiro reitor do Santuário, devido a Igreja ter surgido antes mesmo da cidade ferreirense e pela bela artística presente no Santuário Diocesano.
Em meados de 2013 e início de 2014, os vitrais instalados em 1958 foram restaurados após uma campanha lançada pelo reitor, padre Luis Fabiano Canatta.
A Paróquia São Sebastião, a partir de 25 de junho de 1976, passou a pertencer a Diocese de Limeira, criada em 29/04/1976, pela Bula Pontifícia “De superna”, desmembrada da Arquidiocese de Campinas e da Diocese de Piracicaba. Foi instalada em 25/06/1976 pelo Núncio Apostólico Dom Carmine Rocco. O seu primeiro bispo foi dom Tarcísio Ariovaldo Amaral (em memória, 1976-1984); o segundo foi dom Fernando Legal; o terceiro foi dom Ercílio Turco; o quarto dom Augusto Zini Filho (em memória); o quinto e o atual é dom Vilson Dias de Oliveira, DC.

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV