Este ano a Prefeitura de Porto Ferreira deve fazer um repasse ao terceiro setor (associações e entidades sociais sem fins lucrativos que prestam serviços ao município) de R$ 11.442.787,23.
O maior repasse é referente ao convênio para manutenção do Pronto-Socorro do Hospital Dona Balbina, com valor previsto de R$ 6,5 milhões. Em 2018 a Irmandade de Misericórdia de Porto Ferreira, mantenedora do HDB, também assumirá o Caps (Centro de Atenção Psicossocial) e deve receber pela sua manutenção um total de R$ 817 mil durante o ano.

Outras entidades que receberão repasses são o Centro Municipal de Assistência (Creche Roberto Henrique João), com um total de R$ 1.130.400,00, ou cerca de R$ 375 mil a mais do que em 2017; a Apae (R$ 984 mil); o Solar dos Jovens de Ontem (R$ 275 mil); a Associação Casa do Abrigo (R$ 1,27 milhão); e a Associação Pró Voleibol (R$ 398,7 mil).
Ao anunciar as propostas do terceiro setor para 2018 o prefeito Rômulo Rippa destacou a importância dos trabalhos realizados por estas entidades. “Atualmente as entidades do terceiro setor são importantes parceiras da administração pública, pois exercem em muitos casos um papel que pertence ao governo. Nada mais justo do que apoiá-las e dar condições para que exerçam plenamente suas atividades conveniadas com a Prefeitura”, comentou o prefeito.
Fonte: Assessoria de Comunicação, Cerimonial e Eventos

0
0
0
s2sdefault

Jornal do Porto TV